Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Saber dizer não

por Pequeno caso sério, em 07.03.16

NÃO.

Parece  simples.Uma sílaba.

Então porque raio é que nos custa tanto dizer e ouvir um não?

Saber dizer não tem que se lhe diga.Dá trabalho e traz consequências por vezes irreversíveis.

Saber ouvir não necessita de poder de encaixe. Tem de se engolir e depois refletir. Refletir dá trabalho.Muuuuuiiiiiito  trabalho. 

Então porque não facilitamos a vida a toda a gente (nós próprios incluídos ) e passamos só a dizer sim?!  Dá muuuuiiiito menos trabalho, ninguém se zanga,toda a gente fica feliz e,acima de tudo,não temos de pensar mais no assunto.

Pois é! É aí que reside o grande  problema. Não querermos perder tempo a pensar seja no que for. 

Dizer que não ao chefe  é tramado.

Dizer que não a quem vive connosco é difícil. 

Dizer que não a um filho é...doloroso!

Dizer que não à família  é tem de ser muito ponderado.

Dizer que não a um amigo é,por vezes, inevitável.

E dizer que não a nós próprios? Qual é o adjetivo que se usa?

Quantas  vezes já dissemos sim, quando na verdade queríamos era mandar tudo à merda e dizer um grande e redondo N-Ã-O ?!

Enquanto criança e adolescente ouvi muitos não. Na altura foi difícil entendê-los mas hoje já consigo perceber alguns. É mesmo assim,faz parte. Aprender a dizer/ouvir não pode demorar toda uma vida e ainda assim, há quem nunca aprenda.

Há pouco tempo tive de dizer um não (daqueles chatos de dizer) à minha filha . Custou-me porque sei que ela ficou desiludida. Ainda assim disse-lho.Porque ser mãe também é saber dizer não (desde que explicados os motivos).

Se foi fácil? Não, não foi .Mas foi necessário e acima de tudo, prudente.

Acredito que se todos os pais dissessem mais vezes não ,tudo seria diferente. Mas isso dava toda uma outra conversa que agora NÃO me apetece ter.

 

 

 

 

 

csscissors.jpg


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Raquel a 09.03.2016 às 11:02

Pois de facto o não é uma palavra lixada ahahah custa imenso seja em que contexto for.
E como dizes e bem, custa mais aos filhos sem duvida!
No meu caso o não nem sempre é entendido logo, e como não sou a favor de bater só porque sim, quando o meu NÃO não entra mesmo sai a chinela 38 do pé. ahahahaha

O problema é que às vezes acontece algo sinistro que não sei se acontecia contigo, dou com eles a rirem, tipo não doeu :) Fico possessa.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 09.03.2016 às 11:11

É como te disse...há mesmo muuuuiiiiitoooo tempo que não uso o chinelo mas quando o usava, a miúda "parecia-lhe muito mal" e ficava sentida comigo.
Já eu, enquanto garota, fazia questão de verbalizar à minha mãe esse "não doeu!". Escusado será dizer que na vez seguinte já doía...e bem! Faz parte de nós testar limites, é mesmo assim.
Cabe depois ao adulto saber gerir/impor esses limites e é aí que entra muitas vezes o NÃO em vez do amigo chinelo ;)
Sem imagem de perfil

De Raquel a 09.03.2016 às 11:26

Já eu não dizia "não doeu" porque doia, e curiosamente a minha mãe calçava...imagina...35 :)
O que quer dizer que o tamanho não importa, é o jeito que nós mães damos ao nosso amigo... eheheheh.
Agora ja bato menos, em pequenos era mais.
Sabes o que a minha dizia? "Ai que a mãe vai alçar a perna!" e fugia ahahahaha....porque eu sempre tive a mania de levantar a perna para tirar o chinelo, são gestos.
Já a minha mãe baixava-se, era uma imagem terrivel ahahaah
Sem imagem de perfil

De Raquel a 09.03.2016 às 11:27

Apanhavas de chinelo, calculo...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



foto do autor




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.