Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Épico

por Pequeno caso sério, em 28.03.19

De vez em quando falamos de morte cá em casa. 

Ou porque aparece uma notícia de alguém que ficou em estado vegetativo, ou porque alguém que conhecemos perdeu a batalha contra a doença, enfim,os motivos pelos quais o assunto vem à baila  agora não interessam muito. 

O que interessa é que todos cá em casa sabem (porque já o repeti muitas vezes incluindo ameaças de que se não fizerem o que quero venho cá puxar - lhes o pé durante a noite) que não quero ser enterrada. E porquê? Por vários motivos. 

Em primeiro lugar, penso que ter alguém que nos é muito querido enterrado, é prolongar o sofrimento.

Em segundo lugar,porque a morte de alguém é um grande negócio para o qual não quero contribuir de forma prolongada.

Em terceiro lugar,porque é um "peso" que acabará por recair em alguém sob pena de que se assim não for,acabarei numa vala comum com outros desgraçados remetidos também ao esquecimento. Sou uma 'ssoa reinadia, sim senhora, mas a minha ideia de cumbíbio é outra.

 

Não quero cá nada disso!

 

Quero uma morte simples e rápida que é o mesmo que dizer, "podem pôr -me no churrasquinho , largar as cinzas ao vento e seguir com a vidinha da melhor forma que conseguirem porque eu faria o mesmo ".

É só isto.

Simples, pois é?

Podia ser... se não fosse um último desejo que me ocorreu agora mas que faz todo o sentido tendo em conta que se trata desta que vos escreve :

 

2019-03-26 21.27.17.png

 

 

nota de rodapé : respeito quem pense de forma contrária à minha sobre esta questão. Em relação às pipocas, se nunca mais as comerem com o mesmo gosto, lamento.

[Tenho cá pra mim que se partilho esta ideia do milho com a senhora minha mãe ,sou bem capaz de levar uma galheta no focinho tão bem dada que calhando,'inda faleço mais depressa. Confesso que, apesar da ventania que se faz sentir, não me dava muito jeito falecer agora.Melhor guardar a cena do milho só para mim. Nada como o fator surpresa, ' né? ]

csscissors.jpg


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Luna a 28.03.2019 às 10:25

ahahahahahahha adorei a ideia e vou copiá-la se não te importas!! Espero que não calhe no mesmo dia ao menos...
A senhora minha mãe é q tbm não vai gostar nada, nada da ideia e não me arrisco a dizer-lhe antes. Vai ser surpreendida
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.03.2019 às 23:06

É que já estava mesmo à espera disto!
Podem ver nada pá!

Imagem de perfil

De A galinha da vizinha a 28.03.2019 às 14:37

Boa! Já me ri um pedaço ao imaginar a cremação!
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.03.2019 às 23:06

Então e eu a escrever isto?
Imagem de perfil

De Anita a 28.03.2019 às 16:49

Também não quero terrinha. Sim um local bonito onde as minhas cinzas sejam espalhadas.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.03.2019 às 23:07

Ao vento é o melhor. Assim há mais hipóteses da maluqueira se espalhar como deve ser .
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 28.03.2019 às 23:28

Nem podia ser de outra forma, ó croma, tens que ser "cromada" :)
Eu cá estou muito dividida, se por um lado a cremação me faz mais sentido por outro gostava de ter uma lápide com a inscrição "Aqui jaz quem morreu contrariado!"
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.03.2019 às 23:55

Exato. Croma = "cromada"


Por minha vontade também não vou tão cedo. Há muito velho para atazanar no lar para onde vou.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.05.2019 às 15:24

Olá,

Descobri o teu Blog por acaso, e estou fã.
E como pessoa anormal que sou, estou a ler o blog do inicio para fim!
E só tenho uma coisa a dizer , És um espetáculo!
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 20.05.2019 às 18:12

Há coincidências muito felizes, pois há?
Seja bem vindo/a.

Leia . Leia tudo que não se vai arrepender . E agora que já sabe o caminho, volte sempre.
😉

Comentar post



foto do autor




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.