Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dá jeito ser diferente. Ou será que não?

por Pequeno caso sério, em 02.08.18

Devoro tudo o que é programa sobre reformulação de casas. Não é a minha área profissional mas creio que se fosse, seria igualmente feliz dado que, modéstia à parte, até tenho um certo jeito. A merda é que a  conta bancária não permite grandes ousadias e , assim sendo, há que fazer muito com pouco.

Tenho particular preferência por um programa que passa na Sic Mulher protagonizado por dois irmãos gémeos : um é mediador imobiliário e o outro construtor. Juntos procuram casas velhas com potencial para virarem casas de revista .

 

Quer dentro do programa quer à minha volta , uma das coisas que mais me choca a nível arquitetónico é a falta de coerência no tipo de construções . Podemos ver três ou quatro moradias do mesmo género para logo a seguir aparecer uma toda futurista .

Não gosto.

Acho que a nível arquitetónico ficaríamos todos a ganhar se se mantivesse sempre uma linha condutora. Bem, se calhar todos não.Aposto que os bêbados não serão grandes apreciadores desta ideia. 

 

2018-07-30 14.41.22.png

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Imagem de perfil

De Genny a 02.08.2018 às 07:43

Também gosto muito desse programa. Excelentes ideias e bom gosto que revelam. Mas no nosso país não eram possíveis aquelas remodelações em pouco tempo, porque a nossa construção é diferente Uma das coisas que não entendo é a construção do WC no primeiro andar e são poucos os que a fazem no rc.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 02.08.2018 às 21:36

Ainda bem que a nossa construção não é como a deles. É por isso que quando há catástrofes naturais aquela porra vai tudo pelos ares.

Não percebes a cena da casa de banho no primeiro andar? Eu explico. Eles são muito recatados no que ao cocó diz respeito. Vai daí, só se caga no primeiro andar para ninguém ouvir.
Imagem de perfil

De Happy a 02.08.2018 às 10:02

Eu gosto do programa, não sou assídua, mas de vez em quando vejo. Como são casas em madeira, permite que as remodelações sejam relativamente rápidas. Aqui, só para mudar um chão são duas semanas...
Mas quanto à foto, eu nem bêbada nem sóbria! Só lá chegava com um cordãozinho!!
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 02.08.2018 às 21:37

Num bairro destes só lá chegamos com um caminho feito de pedrinhas.
Perfil Facebook

De Magui Ferreira a 02.08.2018 às 21:44

Pois eu acho que é um óptimo exercício, percorrer quilómetros até encontrar a casa.
Se uma gaja se enganar deita-se com o vizinho jeitoso da casa n. 8694 😊😊
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 02.08.2018 às 21:46

Magui sempre a ver o lado positivo das coisas. Não ' tá mal pensado não senhor.
Imagem de perfil

De Pandora a 03.08.2018 às 22:19

Muito fã do programa dos gémeos. Verdade que se tiram ideias e se fica a suspirar, mas é preciso fazer muitos filtros dadas as diferenças abissais da realidade deles para a nossa. E os americanos é tudo à grande pá. Raro é o programa que a malta procura uma casita mais pequena e modesta (que dê menos trabalho). Se bem que não me parece que esteja na lista de preocupações deles arrumar a casa
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 03.08.2018 às 22:47

Arrumar a casa? Também não me parece.
Aquela malta gosta mesmo é de ver TV e comer fast food. Por isso é que eu não percebo a obsessão deles com as cozinhas gigantescas.

Imagem de perfil

De Pandora a 03.08.2018 às 23:29

Cozinhas gigantes em open space para as festas. Aquele pessoal quer casas para fazer festas. O formato daquele programa que renovam a casa para vender ao mesmo tempo que compram a nova? A maior parte dos que vi não era uma questão de falta de espaço. Era de arrumação. Depois da casa renovada, ficavam com espaço de sobra

Comentar post



foto do autor




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.