Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Crescer sem "estaca" ou violência infantil

por Pequeno caso sério, em 11.10.16

Assistimos diariamente a episódios violentos envolvendo crianças cada vez mais novas.

Nós, que somos crescidos, devíamos saber sabemos bem de onde vem tanta agressividade:

Crianças com horários brutais de trabalho escola ;

Crianças cada vez mais sozinhas entregues a um qualquer gadget porque os pais têm de trabalhar cada vez mais para pagar tudo o que nunca tiveram mas que fazem questão que os filhos tenham ;

Crianças que vão crescendo sem supervisão efetiva. 

 

Tudo o que  uma criança precisa quer é que o gadget da moda se lixe e que o pai brinque com ele na rua e que a mãe lhe leia histórias antes de adormecer.

 

Até que isso aconteça, continuarão a interpretar ( e a transpor para o seu dia a dia)  o que leem mais ou menos assim:

csscissors.jpg


1 comentário

Imagem de perfil

De A Caracol a 11.10.2016 às 13:13

O Caracolinho gosta de ver e ouvir as músicas no YouTube, até há bem pouco tempo era assim que adormecia: com um telemóvel a ver o panda. Até que achei que aquilo não era saudável. Ok, sou um bocadinho paranóica, mas já o estava a imaginar a passar dos caricas para o Dragon Ball e isso faz me especie. De uma noite para a outra, passamos a ver livros. Não se pode dizer que lhe conte uma história, limitamo-nos a folhear e ver os animais, objetos e pessoa. Se custou? Muito. Nos primeiros dias pedia o telemóvel, mas foi um hábito, como o outro já o tinha sido. Queres que te diga? Somos muito mais felizes com ele a apontar 359x para o lobo, a ovelha, o carro... Já me alonguei demasiado, mas isto só para dizer que é possível fazer mudanças mínimas na rotina dos miúdos. Ah, o pequeno Caracol tem quase dois anos. ;) 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



foto do autor




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.