Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ainda bem...

por Pequeno caso sério, em 27.09.17

...que não somos desenhos animados. 

Imagino os problemas que a humanidade não teria se tudo o que pensamos pudesse ser lido naqueles balões de pensamentos que os bonecos têm.(no final do post vão perceber o que quero dizer com isto)

 

Todas nós já ouvimos que fulana só progrediu na carreira porque era bonita ou então porque passou demasiadas horas na horizontal. Ou de gatas. Ou até mesmo na vertical (ok...acho que já perceberam a ideia). Mas sempre com a(s) chefia(s).

 

O estereótipo da loira burra (obrigada Gabriel o Pensador... bates cá dentro) também é uma coisa que me tira do sério. Em primeiro lugar, porque tenho o cabelo pintado dessa cor e de burra não tenho nada. Em segundo lugar, porque conheço (muitas) morenas que deixaram a inteligência numa folha de couve. Veio um burro e comeu-a. 

 

Outra coisa que me põe fora de mim é que cargos de chefia não possam ser atribuídos a mulheres com o pretexto  de não conseguirem desempenhar bem o cargo porque são mães. Aparentemente um dos argumentos  é "Quando são mães as mulheres não conseguem fazer tudo bem feito. Há sempre alguma coisa que falha". (Dasssss! 'Ca nerves!!!)

 

O que eu gostava mesmo , mas mesmo, de saber era  o seguinte :

E se for um homem? Há (tantas) dúvidas?

 

Pois. Bem me parecia.

 

Sexismos à parte, juro que quando testemunho uma das situações que referi acima fico aquilo que me passa pela cabeça, nos tais balões de pensamento dos desenhos animados, é isto:

 

2017-09-15 00.12.43.png

csscissors.jpg


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 27.09.2017 às 23:14

São (foram?) muitos séculos de subjugação feminina, que não se conseguem apagar com facilidade.
Os estereótipos como o da loira burra, é aproveitado não só pelos homens, como pelas próprias mulheres, que são fodidas umas para as outras e isso é uma triste realidade a ter em conta.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.09.2017 às 07:22

Podes crer. Quando querem as gajas são mesmo más. Um dó.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



foto do autor




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.