Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




2020: do medo à esperança

por Pequeno caso sério, em 31.12.20

20201206_092224.jpg

 

Trinta e um de dezembro de dois mil e vinte.

 

Assim mesmo. Por extenso. Tal como foi extenso o ano que apesar de inesquecível, não vai deixar saudades.

O ano mais atípico de toda a nossa existência. 

O ano em que presenciámos cidades em silêncio e despidas de gente.

O ano que fomos forçados a ficar em casa e descobrir o que realmente importa.

O ano em que aprendemos (será que aprendemos mesmo?) a valorizar os profissionais de saúde.

O ano do teletrabalho, do ensino à distância e da dependência da internet.

 

Enquanto escrevo o ultimo post do ano olho para os números de ontem do Covid-19 em Portugal:

79 mortos e 6.049 novos casos de infeção.

A curva sobe de novo e temo que não fique por aqui. É o preço de alguns terem andado a brincar aos Natais como se de um qualquer ano normal se tratasse. Mas é um preço que pagaremos todos: quem cumpre e quem continua a achar que só desta vez não faz mal.

 

Aguardemos então que a tão esperada vacina seja o princípio do fim e que o ano que começa já amanhã seja o ano da verdadeira mudança. Para que o dia trinta e um de dezembro não volte a ser escrito por extenso

 

 

A todos quantos passam por aqui, deixo votos que tenham um ano cheio de saúde. O "resto" a gente vai levando. Cá estarei para vos fazer companhia, no habitual registo de maluqueira, já a partir de dia 4 de janeiro.

À nossa !

 

tenor-2.gif

 

csscissors.jpg

A Todos um bom Nataaal (versão 2020)

por Pequeno caso sério, em 24.12.20

 

A todos um bom Natal
A todos um bom Natal
Que seja o Natal possível
Para todos nós
Que seja o Natal possível 
Para todos nós
 
No Natal pela manhã
Ouvem-se os i-coises  a tocar
Há uma grande alegria ('tão não há?! )
No ar
 
A todos um bom Natal
A todos um bom Natal
Que seja o Natal possível 
Para todos nós
Que seja  o Natal  possível
Para todos nós
 
Nesta manhã de Natal
Há em todos os países
Muitos milhões de meninos mas pricipalmente pais que têm de os aturar mais dias em casa
Infelizes
 
A todos um bom Natal
A todos um bom Natal
Que seja o Natal possível
Para todos nós
Que seja o Natal possível
Para todos nós
 
Vão aos saltos pela casa
Descalços arriscando a apanhar uma constipação daquelas
Procurar as suas prendas
cada vez mais raras e singelas
 
A todos um bom Natal
A todos um bom Natal
Que seja o Natal possível
Para todos nós
Que seja o Natal possível
Para todos nós
 
Dantes havia danças de roda
mas agora ninguém pode dar as mãos
No Natal  já não há cá essa cena dos
Irmãos
 
A todos um bom Natal
A todos um bom Natal
Que seja o Natal possível
Para todos nós
Que seja o Natal possível
Para todos nós
 
Se isto fosse verdade (ai não que não é!)
Para todos os humanos 
Era fixe ver o Covides
Abalar
 
A todos um bom Natal
A todos um bom Natal
Que seja o Natal possível
Para todos nós
Que seja o Natal possível
Para todos nós
 
 

 

 

nota de rodapé: a autora deste antro de maluqueira deseja a todos os frequentadores (e também aos ocasionais, vá) um Natal com o melhor presente de todos : saúde.

Mais informa que vai tirar uns dias de descanso, vindo só cá botar faladura no dia 31 de dezembro para fazer o balanço possível deste ano de merda. Até lá, sejam felizes.( credo. agora parecia o apresentador do querido mudei a casa. mas sem bigode)

csscissors.jpg

Tags:

Conversas com gente miúda #36

por Pequeno caso sério, em 23.12.20

Férias.

Escolares.

de

Natal.

 

O sonho de todos os paizinhos e mãezinhas.

Só que não...que isto de ter os putos a moer o juízo a uma 'ssoa depois da ressaca do Natal, nem havia de ser permitido. Mas é.

Ora o Joãozinho enfiou nos cornos a ideia peregrina de ir ao Oceanário. E se bem pensou, a seguir tratou de azucrinar o pai:

 

-Ó paaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

- Hã...

- Estou  aborrecido de estar em casa...

- Vai ver os desenhos animados...

- Já vi.

- Então vai jogar um jogo...

- Já joguei.

- Vai ler um livro...

- Já li os que tenho em casa.

- Então não sei. Vai fazer qualquer coisa mas não me moas.

- Ó paaaaaaaaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

- Sim...

- Podíamos era ir ao Oceanário...nunca fui...e gostava tanto de ver os peixinhos...

- Ao Oceanário?! 'Tás parvo ou quê? ! Pensas que me saiu o Euromilhões não? Só para irmos eu, tu e a mãe são 50 paus. Mais a comida. Mais o gasóil. Mais as portagens. Uma fortuna para o menino ir ver os peixinhos! Era o que faltava.

- Oh paaiiiii...mas eu gostava tanto...

- Chiu! Acabou-se a conversa! Não há cá Oceanário nenhum!

 

O Joãozinho afastou-se com a lágrima no olho... e o pai, cheio de remorsos pensou numa alternativa.

 

-'Pá, vai-te lá vestir, pronto.

- Vamos ao Oceanário pai?

- É mais ou menos isso é...

 

O puto estava tão eufórico que já nem perguntou mais nada.

Os dois saem de casa e quando chegam ao destino o pai diz ao Joãozinho:

 

- Vá, entra e vê os peixes todos que quiseres. Não podes é fazer barulho!

- Porquê pai?

- Porque os peixes estão a dormir!

 

20201221_163735.jpg

 

csscissors.jpg

Perguntas que m'apoquentam #6

por Pequeno caso sério, em 22.12.20

Estava a ver aqueles programas de culinária buscando inspiração para fugir do trivial tendo em conta que o meu jeito e vontade de pilotar o fogão é coisinha para me deixar no auge da boa disposição:

 

 

Andei, andei, andei, até que vi uma coisa simples que até uma desajeitada como eu era capaz de fazer.  'Tão porque é que não fiz?

Porque sucederam-se duas questões que m'encanitaram logo a rã :

 

1ª-  como é que alguém que está a fazer comida não prova para retificar os temperos...

 

 

2ª - (quanto a mim muitíssimo mais grave e vai-se a ver, decorre da primeira ) quem é que come aquilo tudo no fim?

 

 

csscissors.jpg

Tudo se resolve

por Pequeno caso sério, em 21.12.20

Gaby tem 88 anos. Vive sozinha e é autónoma. 

Como pertence ao grupo de risco preferiu resguardar-se em casa. Os familiares e alguns vizinhos têm ajudado a gerir estes dias trazendo-lhe bens essenciais que prudentemente deixam à porta antes de voltarem às suas vidas.

Se Gaby tem falta de alguma coisa? 

Claro que tem. Mas nada que não se resolva:

20201220_104644.jpg

 

csscissors.jpg

Tags:

A aposta

por Pequeno caso sério, em 18.12.20

Dois amigos que gostavam da pinga resolveram fazer uma aposta sobre quem é que já tinha feito a pior figura bêbado:

 

Alfredo- Aposto contigo que já fiz pior figura que tu com uma bebedeira...

 

Custódio- Querias! Só para que saibas eu já comi relva num jardim público!

 

Alfredo - Pffff! Grande coisa. Eu já andei de bicicleta no meio da estrada só de cuecas.

 

Custódio- Ahahah! Achas isso grave?!

 

-Alfredo- Acho...

20201217_205902.jpg

 

Alfredo ganhou a aposta.

Adivinham o quê?

Exato.

 

9OwiKsI.gif

 

csscissors.jpg

Tags:

Como contornar um problema.Literalmente.

por Pequeno caso sério, em 17.12.20

Marília teve um problema na canalização lá de casa.

200.gif

Como se isso já não fosse mau o suficiente, a coisa alastrou para o quintal. Maneiras que em vez de um canalizador, vieram vários.

A intervenção durou duas semanas e desesperada por não ter água em casa, Marília já só pedia aos canalizadores que contornassem o problema o mais rápido possível. 

Quando a obra finalmente terminou, chegou a vez das limpezas e assim que  chegou ao quintal  Marília deu um grito:

 

- FODA-SE! MAS 'QUÉ ESTA MERDA?!

 

O marido que estava dentro de casa ouviu aquilo e perguntou:

 

Ó mulher, mas o que é que foi?

 

O QUE É QUE FOI?! ANDA CÁ FORA E VAIS VER A MERDA QUE O CABRÃO DO CANALIZADOR 'TUGA FEZ!!

 

Mas como é que tu sabes que foi um 'Tuga que fez?! Estiveram cá brasileiros, romenos, moldavos...como é que tens a certeza que foi um 'Tuga que fez alguma coisa mal?

 

- TENHO A CERTEZA! SÓ UM TUGA É QUE CONTORNAVA UM PROBLEMA DESTA MANEIRA ...

 

20201117_214606.jpg

 

csscissors.jpg

Tags:

So this is Christmas #3

por Pequeno caso sério, em 16.12.20

-Ai Pequeno caso sério,acode-nos!!!  Acode-nos que estamos a menos de dez dias do Natal e ainda nos faltam prendas! E não nos mandes para os centros comerciais que aquilo 'tá cheio de bicheza!!! 'Qué que fazemos à nossa vida melher?!?- perguntam vocês à rasca enquanto se descabelam c'os nerves.

giphy.gif

Calma.Sossegai a patareca que encontrei a solução. 

'Tão não é que que descobri uma página do Instagram que veio mesmo, mesmo a calhar?!

É um projeto muito giro e que dá pelo nome de Hardcore fofo.

20201103_183039.jpg

Aposto que a esta altura estão a pensar que é uma página de artigos para apimentar o tufa-tufa, certo? Badalhocas. Só pensam nisso.

Mas não minhas amigas, não é. 

Então se não é isso, o que é que podem encontrar aqui que vos interesse nesta altura de aflição e que todos os anos juram que nunca mais fazem para no ano seguinte voltar a fazer igual? Tudo minhas amigas. E ainda por cima Made in Portugal. É só escolher. Deixo aqui algumas sugestões:

 

Para a amiga que NUNCA tem um lápis de jeito:

20201101_092650.jpg

 

Para as amigas fadinhas do lar ou quiçá para a sogra :

 

20201108_101238.jpg

20201101_092732.jpg

20200925_222200.jpg

20200925_222115.jpg

 

Para marcar presença em qualquer árvore de Natal, principalmente se for daquela tia supéchique e que fica horrorizada com os palavrões que vocês dizem:

20201003_114935.jpg

 

E há mais, muito mais, para todos os gostos e todas as bolsas.

Quem é amiguinha, quem é? Pois. Deve ser o espírito natalício a baixar neste coração empedernido...

Não é nada.

Isto é claramente uma ação de campanha e uma descarada caça ao voto qu'isto do sentimento e da bondade desinteressada é uma cena que não me assiste. Lamento.

csscissors.jpg

Conversas com gente miúda #35

por Pequeno caso sério, em 15.12.20

Miúdo chega ao carro da mãe todo pendurado trazendo uma folha na mão.

Mãe pergunta:

 

- Então filhote , vens tão triste...passou-se alguma coisa grave na escola?

 

- Sim...levei uma bronca da professora...

 

- Levaste?! O que é que fizeste?!

 

- Nada mãe! Só fiz o que a professora pediu!

 

- Ora Miguel, isso pode lá ser! Se fizesses o que a professora pediu não levavas uma bronca.

 

- Juro mãe! Fiz o que a professora mandou e ainda ouvi das boas...

 

- É esse trabalho  que tens contigo?

 

- É...

 

- Deixa ver.

 

- Não mãe...tenho vergonha...

 

- Não sejas parvo! Mostra cá isso que se a parva da professora não tiver razão vou lá já falar com ela!

 

O miúdo passou o trabalho para o banco da frente. A mãe viu, soltou uma gargalhada e disse:

 

Vamos p'ra casa Miguel. 

 

20201213_145305.jpg

 

 

csscissors.jpg

'Atão mas 'atão...

por Pequeno caso sério, em 14.12.20

...uma 'ssoa é finalista num certame desta envergadura e não sabia?! Se não fosse um link de uma leitora a coisa tinha passado completamente ao lado!

 

Isto não se faz! 

 

Uma 'ssoa tem de ter tempo de preparar a mise (uma coisinha discreta que não gosto cá de espalhafatos)

 

o outfit para a cerimónia (discreto que eu d-e-t-e-s-t-o dar nas vistas)

 

o discurso da vitória (que isto é coisa séria e demora a pensar no que dizer)

 

Portanto, era coisa para ter sido notificada no mínimo em agosto

 

Ainda assim, se acharem que a dona deste tasco merece ver o que aqui deposita vencer a categoria de Humor deste belo certame, só têm de votar neste antro de maluqueira. Como? Simples. Vão ao Blogzillas do Ano e votam na caixa de comentários até ao dia 20 de Dezembro às  23h59.

 

Agora ide.

Ide que sozinha não chego lá e votar em mim própria parece mal.

 

 

csscissors.jpg

Tags:

Pág. 1/2



foto do autor




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.