Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Conversas com gente miúda #34

por Pequeno caso sério, em 13.11.20

Zézinho fez um ditado na escola e deu apenas um erro. A professora, ainda assim, mandou-o escrever a palavra 50 vezes como trabalho de casa pois acreditava piamente que isso ia resolver o problema e dessa forma o miúdo nunca mais se iria esquecer de a escrever corretamente. 

Por seu lado, Zézinho, ficou danado com a professora pois achou o corretivo  exagerado.

Pensou então numa maneira de moer a velha  dar uma lição à professora.

 

No dia seguinte, logo no início da aula a professora vira-se para o Zézinho e pergunta:

 

- Menino Zézinho, onde está o seu trabalho de casa com a palavra "coube" escrita 50 vezes?

 

- Está aqui professora.

 

A professora agarra no caderno e conta as palavras. Quando acaba de contar percebe que o catraio a tinha tentado enganar e pergunta irritada :

 

-Mas...aqui só está a palavra escrita 49 vezes! Onde está a palavra que falta?

 

- Já não "cabeu" , professora!

 

source.gif

csscissors.jpg

Um docinho de besta

por Pequeno caso sério, em 12.11.20

Zé Júlio era conhecido pela sua "meiguice". 

Frontal.

Bruto.

Besta.

Cavalgadura.

Estes eram só alguns dos mimos que lhe eram atribuídos. E se ao início Zé Júlio se estava cagando para isso, com o tempo, foi ficando incomodado.

Então, determinado a mudar a imagem que os outros tinham a seu respeito, Zé Júlio decidiu fazer um esforço por moderar aquilo que dizia. Até ao dia que o Antunes da contabilidade, marreco, óculos fundo de garrafa e uns dentes de coelho, teve a triste ideia de lhe perguntar :

Olha lá Zé Júlio, achas que sou um gajo feio?

E o Zé Júlio? 

Bem, o Zé Júlio tentou...mas foi mais forte que ele:

 

20200814_111833.jpg

 

Zé Júlio e o Antunes não se falam desde então. 

 

csscissors.jpg

Tags:

Nudes

por Pequeno caso sério, em 11.11.20

Duas amigas conversavam ao telefone:

 

-Tão 'miga, já desencalhastes?

 

-Parva de merda. Não. Ainda não desencalhei.

 

-'Tão e porque é que não tiras uma lasquinha ao bonzão do teu vizinho do 5° esquerdo? Da última vez que fui à tua casa apanhei-o no elevador e só te digo que ainda é melhor ao vivo! O Instagram  não lhe faz justiça.

 

-Pois...pode até ser muito giro mas há qualquer coisa ali que não me inspirava  confiança...e como sempre não me enganei.

 

-Mêmo parva. 30 anos, encalhada, um vizinho destes a dar mole e ela nada! Preferes dar essa merda aos bichos do que ao bonzão do teu vizinho?

 

-Não é isso...o gajo é um tarado.

 

-Melhor ainda!

 

-Estúpida ! Viste bem o Facebook dele? Só fotos em tronco nu e muitas gajas de roda dele. Uma delas conheço. Enchi-me de coragem e pedi-lhe informações .

 

-E ela? O que te disse?

 

-O que eu suspeitava...que um gajo é um bocado tarado...pediu-lhe umas nudes...

 

-Cabrão. E ela mandou?

 

-Não. E o interesse dele acabou ali. 'Mêmo javardo!

 

-Ai ele é desses?

 

-Pelos vistos é. 

 

-'Tão vamos dar uma liçãozinha ao menino.

 

-Hã?!

 

-Da próxima vez que ele te abordar, vais dar-lhe corda.E vais arrastar a coisa até à fase de ele te pedir uma foto sem roupa.

 

-'Tás parva? Vou lá mandar fotos sem roupa?!

 

-Vais pois. Vais mandar-lhe exatamente o que ele te pedir : uma foto sem roupa nenhuma:

 

20201110_191131.jpg

 

csscissors.jpg

Tags:

Se fico chateada? Claro que fico chateada!

por Pequeno caso sério, em 10.11.20

Há algumas coisas que me tiram do sério: 

1-a mentira. 'Pá, não dá. Posso até perdoar (relevar vá, que perdoar não é p'ra mim, lamento) um disparate mas uma mentira, jamais.

 

2-aquela coisa do "tenho uma coisa p'ra te dizer...mas não pode ser agora!" Foda-se. Se não pode ser na hora, então nem comecem a conversa! 

 

3- a dualidade de critérios para situações similares.

 

4- os argumentos estúpidos.

 

E foi aqui, no item n°4, que os meus olhinhos bateram enquanto lia as notícias do dia. Atentai nesta merdavilha:

 

Proposta que será entregue para ser incluída no próximo  orçamento de estado: mensalidade do ginásios poderá ser descontada no IRS do próximo ano 

.

.

.

.

.

.

.

(pausa para esperar que a vista pare de tremer c'os nerves)

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

(não parou...e agora treme-se-me o lábio também...'tou fodida que para além de maluca fiquei cheia de tiques)

.

.

.

.

Oi? Mensalidade do ginásio poderá  entrar no IRS?!

.

.

.

.

.

.

.

'Mequié?!?

'Tão obrigaram-me a estar em teletrabalho com a internet da minha casa, paga por mim, com um computador que era meu e que, como datava de 1914 deu o peido mestre obrigando-me a ir comprar outro (caso contrário não tinha como trabalhar) E A PROPOSTA DE DESPESA PARA SER DEDUTÍVEL NO IRS É A MENSALIDADE DO GINÁSIO?!?

giphy-2.gif

giphy.gif

tenor-2.gif

tenor.gif

 

Sou só eu a ficar indignada com isto?!

csscissors.jpg

That's all folks!

por Pequeno caso sério, em 09.11.20

Às vezes é chato ter quase sempre razão. É como se a vida já tivesse desistido de me surpreender. 

Mas neste caso não. Neste caso até agradeço que a coisa tenha corrido como eu desejava.

Não tenho a certeza do que aí virá mas sei que o que se passou nestes quatro anos foi tão mau que daqui para a frente só pode ser melhor. Os americanos precisam que assim seja. O resto do mundo também. 

20201108_101048.jpg

 

P.s- vai uma aposta em como a Melania se divorcia e "escreve" um livro de memórias?

csscissors.jpg

Tags:

Então Pequeno caso sério...

por Pequeno caso sério, em 06.11.20

...'qué que tens a dizer sobre as eleições nos USA? - perguntam vocês a ver se o circo pega fogo.

Mas eu esclareço-vos, que não quero que vos dê uma coisinha má e vão parar às urgências que aquilo já tem gente que chegue.

 

Fosse eu a mandar e logo nas primeiras horas a coisa ficava decidida.

Como não sou, arranjei uma ilustração que resume na perfeição aquilo que honestamente desejo que aconteça o mais breve possível:

 

20201105_180946.jpg

 

csscissors.jpg

Tags:

Pedagogia da boa. Da muito boa

por Pequeno caso sério, em 05.11.20

Carlos Miguel todo o santo dia fazia birras à hora das refeições. 

Se era sopa, não gostava. 

Se era peixe, tinha espinhas.

Se era carne, tinha gordura.

Se era fruta, tinha caroços. Ou era azeda. Ou tinha graínhas. Ou fios.

 

A mãe coitada desesperava com as birras monumentais que o puto fazia e ia enlouquecendo todos os dias mais um bocadinho.

Um dia partilhou a sua angústia e desespero com uma vizinha que lhe perguntou o que se passava pois os berros do miúdo ouviam-se pelo prédio todo.

A vizinha riu-se e contou-lhe que já tinha passado pelo mesmo com o 'mai novo mas que tudo acabou quando usou a técnica do rolo da massa.   

A mãe ficou perplexa e horrorizada e garantiu que, apesar do desespero em que se encontrava, em hipótese alguma usaria um rolo da massa no próprio filho.

A vizinha  mais uma vez riu-se e explicou  que jamais tinha tocado no filho e muito menos com um rolo da massa. 

Cada vez mais confusa, a mãe acedeu em ir à casa da vizinha ter "formação" para aprender como acabar com aquele tormento:

mother-beats-bear-with-pan.gif

E o Carlos Miguel ?

Impecável. Deixa sempre os pratinhos i-ma-cu-la-dos .

 

csscissors.jpg

Tags:

Nunca é tarde, meu menino

por Pequeno caso sério, em 04.11.20

António Pedro, Tópê para os amigos, ainda cheirava a leite mas tinha a mania que era adulto e que já mandava.

Como todo o típico adolescente, tinha alturas em que falava para a mãe num tom desafiador e arrogante como se ela fosse a responsável por todos os males do mundo. 

A mãe, ia tolerando.

Até ao dia em que aos 17 anos António Pedro percebeu que nunca é tarde para uma mãe com TPM exercer a sua...autoridade:

 

Tópê-Ó cota, 'qué o jantar?

 

mãe-É comida, meu menino!

 

Tópê-Humf, que gracinha! Olha, 'mai logo vou sair.

 

mãe-Ai vais?! Com quem?

 

Tópê-Olha, minha menina, com pessoas! 

 

mãe:

 

GiddyRemoteCrownofthornsstarfish-size_restricted.g

 

csscissors.jpg

Tags:

What if God was one of us?

por Pequeno caso sério, em 03.11.20

Já pensaram se Deus em vez de estar entre nós fosse um de nós?

Pois eu, mente desocupada preocupada, já pensei nisso muitas vezes.

Como seria Deus em pleno desempenho das suas funções nesta época de pandemia ?

E como atuaria ELE perante o Covides, cumprindo o estipulado pela DGS e pelo nosso primeiro?

Não sabem, pois não? Pois. O costume. Se não sou eu morrem parvas.

20201101_092712.jpg

Estimem-me.

Estimem-me que eu, ao contrário Dele, não sou eterna.

 

csscissors.jpg

Tags:

Publicidade ao lado.Literalmente.

por Pequeno caso sério, em 02.11.20

Imaginem que andavam pelo Instagram desta vida e se deparavam, vá-se lá saber porquê, com uma página de porcelanas chiques. Até aqui, tudo "normal"...se ignorarmos o facto de que eu acho que aquela merda ouve as nossas conversas e sugere páginas em função disso. Adiante.

Dei então de caras com isto:

 

20201101_092559.jpg

Sim senhora, porcelana bonita nada a apontar.

O problema está no resto da imagem que compõe a cena :

 

20201101_092616.jpg

 

-Ó Pequeno caso sério, a moça é bonita, o sítio é adequado à porcelana e se reparares, até a camisa que ela veste é da mesma cor da chávena ...onde é que está o mal?- perguntam vocês com esse ar de apresentador de concursos que sabe tudo porque lhe dizem ao auricular.

 

E eu respondo:

Para uma pessoa normal, estaria tudo certo e a porcelana vendia que nem pãezinhos quentes.

Para mim, lamento mas não dá. Fiquei com os olhos presos noutro sítio e nunca mais me lembrei da loiça:

 

20201101_092910.jpg

'Pá expliquem-me.

Expliquem-me que eu não tenho estudos p'ra isto.

csscissors.jpg

Tags:

Pág. 2/2



foto do autor




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.