Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Halloween 2020

por Pequeno caso sério, em 30.10.20

Sabem aquela mania que os amaricanos (e não só) têm de enfeitar as casas para o Halloween na esperança de conseguirem ter a decoração mais original lá da rua?

Pois é. 

Na verdade, a razão não é só essa...

Fiquem a saber que essas 'ssoas também enfeitam as casas com aquilo que consideram mais assustador na esperança de que os putos não lhes batam à porta a berrar doçura ou travessura

9jn3Tib.gif

 

E este ano?

Bem, este ano a tradição mantém-se.

20201022_172852.jpg

 

Por mim, já ganhou!

csscissors.jpg

Tags:

Tê Pê Cê (à pressão)

por Pequeno caso sério, em 29.10.20

Quinta-feira.

Dez da noite.

A família assistia televisão na sala antes de irem todos para a cama. De repente, o miúdo da casa dá um salto do sofá e grita:

 

-Aiiiiiiiiiiiiii   mãeeeee!

 

-Caraças pá! Até m'assustastes! 'Qué que foi?!

 

-Lembrei-me de uma coisa só agora...

 

-De quê?

 

-Não fiz o trabalho que a stôra de inglês mandou levar amanhã!

 

- Tão vai fazer! Em 5 minutos despachas isso!

 

-Não mãe , tu não 'tás a perceber...o trabalho de casa não é uma ficha, nem um exercício...é mesmo um trabalho sobre o Halloween para ir para uma exposição lá da escola...

 

-Dasssss Luís Miguel! São 10 da noite e agora é que te lembras disso?! Onde é que vou arranjar uma abóbora a esta hora Luís Miguel?! Estás no 5° ano pá! Já devias ter mais responsabilidade nas coisas! 

 

-Desculpa mãe...(disse o miúdo enquanto chorava)

giphy.gif

-'Pá Luís  Miguel, tu para-me de chorar que ainda levas uma galheta nas ventas! O que é que acontece se não levares o trabalho?

 

-Tenho negativa porque o trabalho conta para a nota como se fosse um teste...buáááááááááá!

 

giphy.gif

- Pá cala-te! Já me 'tás a irritar! Logo agora que queria ver a novela! Caraitas do moço! Se mais alguma vez voltas a fazer isto tu nem sabes o que te faço! Bem, deixa-me pensar...uma abóbora não pode ser...também não te posso enfiar num lençol...uma vassoura a esta hora também não dá...uma bruxa só se mandasse a tua avó...olha não estou a ver 'pá...deixa-me lá ir à casa de banho e já vemos isso.

 

De repente, a mãe dá um grito da casa de banho:

 

Luíííííís Migueeeeeeelll, já sei 'pá! Vais levar um trabalho super original! Garanto-te que a stôra vai gostar!

 

O miúdo vai disparado a correr para a casa de banho e quando chega lá a mãe apresenta-lhe a solução:

20201021_192753.jpg

 

Resultado? 

       O Luís Miguel teve 5!

csscissors.jpg

Tags:

E se o ano 2020 fosse um objeto?

por Pequeno caso sério, em 28.10.20

Uma das coisas que mais me aborrece fazer nas lides domésticas é limpar o pó. Tudo por conta dos cacarecos que vou acumulando das viagens que já fiz ou que outros fizeram e nas quais se lembraram de mim. Mas há mais: 

Livros.

Fotografias.

Cd's (sim, sou uma 'ssoa antiga)

 

E é isto que tenho de tirar sempre que já dá para escrever nos móveis com o pó que lá paira. 

Se gostava de ter coragem para deitar tudo fora? Gostava. Mas não consigo pois todos aqueles objetos fazem parte da minha história. Da nossa história. 

E se fosse capaz de deitar tudo fora como ficariam os móveis? Sem nada? 

Não. 

Logo, logo arranjava assim uns objetos que também tivessem que ver comigo, mais fáceis de limpar, originais e cheios de... personalidade

20200920_172315.jpg

Acho que ia dar um bom tema de conversa para as visitas, pois dava?

Ah espera...agora nem tão cedo temos visitas por causa do caraitas do Covides.

Bem, assim como assim, sempre dá uma boa analogia do que o ano 2020 representa para todos nós: uma bela merda.

csscissors.jpg

Tags:

O ursinho e o coelhinho

por Pequeno caso sério, em 27.10.20

Era uma vez uma linda floresta onde habitava um lindo ursinho. 

Certo dia, o ursinho aflito decidiu arrear uma poia  fazer cocó num recanto da floresta.

Estava ele tranquilamente a executar o serviço quando chega um lindo coelhinho que decide fazer exatamente o mesmo logo ali ao seu lado.

O ursinho, incomodado, afastou-se...mas o coelho seguiu-o.E a cena repetiu-se mais duas ou três vezes. 

O ursinho não teve outro remédio senão aceitar a companhia.

Terminado o serviço, o ursinho ficou com um problema para resolver e como tinha sido interrompido pelo coelhinho tantas vezes, decidiu tornar útil a sua presença. 

Olhou para ele e perguntou: 

20201025_094803.jpg

 

Contente com a resposta, o ursinho arranjou finalmente serventia para tão indesejada companhia:

20201025_094853.jpg

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Estavam à espera de uma história inocente e fofinha, pois estavam?

 

giphy-2.gif

(É que nunca mais aprendem.)

csscissors.jpg

Tags:

Poupar água? Eu ensino como.

por Pequeno caso sério, em 26.10.20

Podiam deixar de tomar banho todos os dias até se conseguir estrelar um ovinho com o óleo do cabelo...

 

Ou podiam deixar de lavar os dentes até ficarem com um bafo que vos deixasse falecer assim que pusessem a máscara...

 

Ou podiam ainda usar a mesma camisola mais vezes, tipo, até ter surro castanho na gola e um cheiro a suvacum capaz de exterminar uma aldeia...

 

Ou até podiam, na loucura vá, usar as mesmas meias até a unhaca furar as ditas, fazer um buraco que vos apertasse o dedão de tal forma que fizesse gangrena... 

 

Podiam.

Podiam fazer isso tudo em nome da poupança de água. 

Mas, como eu não quero que passem por nada disso, longe de mim, deixo-vos uma ideia simples, prática e eficaz no que à poupança de água diz respeito: 

 

20201018_135458.jpg

 

Pequeno caso sério a contribuir para um mundo melhor desde 1973. Prazer. 

csscissors.jpg

Tags:

Vacinação em massa

por Pequeno caso sério, em 23.10.20

De repente parece que a vacina da gripe é assim uma novidade do caraças .

Podem dizer-me que pelo menos a situação da gripe fica acautelada e é menos um problema se o Covid chegar.

Pode até ser. Mas eu acredito que a corrida à vacina da gripe tem outras motivações. Senão vejamos:

Qual é a faixa etária mais "beneficiada" pela vacina da gripe?

Os "velhos".

Quem é que decidiu ficar em tronco nu perante um  país inteiro exibindo um belo bronze e uns belos peitorais?

Um velho presidente da república septuagenário que vende saúde.

Resultado?

Os velhos querem ser como ele. 

As velhas estão pelo beicinho por ele.

Maneiras que os centros de saúde já não chegam para as encomendas e já meteram as juntas de freguesia ao barulho.

 

Ó Pequeno caso sério, 'tão mas tu não achas bem que os velhos se vacinem?- perguntam vocês com esse ar indignadinho.

E eu respondo: 

-Achar até acho mas acredito que a vacinação só seja eficaz se for realizada  em massa.

 

-Como assim?! Agarrar nos velhos todos e obrigá-los a apanhar a vacina?- perguntam vocês com esse ar de quem ainda não sabe que ninguém consegue obrigar um velho a fazer nada.

 

- Não pá! Até parece que ainda não me conhecem...

O meu conceito de vacinação em massa é outro:

 

20200825_140815.jpg

 

csscissors.jpg

Tags:

Leituras

por Pequeno caso sério, em 22.10.20

Sabem aqueles livros que parece que foram escritos a pensar em vocês?

Pois bem. Aconteceu-me.

Trata -se de um livro muito interessante do qual tenho retirado muitos ensinamentos. 

Confesso que poucos foram os livros capazes de reter a minha atenção desta maneira e prometo que quando o acabar vos darei o devido feedback. Quem sabe se desse lado não há alguém igualmente necessitado de tão preciosos conselhos:

 

20201016_190917.jpg

 

 

 

P.s- o livro tem muitas páginas com muitas letras e sem bonecos por isso a conclusão da leitura é capaz de demorar um bocadinho. Até lá não fiquem à espera e sejam boas pessoas. Ou tentem, vá. 

csscissors.jpg

Tags:

Teste rápido

por Pequeno caso sério, em 21.10.20

O post de hoje é dedicado aos homens que costumam frequentar este antro de maluqueira...embora também possa dar jeito ao gajedo que gosta de arejar a patareca enquanto alivia uma mija no mato. 

Chegou-me via facebook e achei muito útil partilhar. Trata-se de um teste rápido à urina. 

 

Vá até uma árvore, saque do instrumento, alivie a bexiga e observe:

 

- se atrair formigas, diabetes;

 

- se secar rapidamente, muito sal;

 

- se cheirar a carne, colesterol alto;

 

- se não achar a árvore,  cataratas;

 

- se se esqueceu de abrir o fecho, Alzheimer;

 

- se não acertou na árvore, Parkinson;

 

- se não sentir cheiro, Covid.

 

- se tiver a sorte de estar a nevar... aproveite e faça um original centro de mesa:

frozen-pee-animated-gif.gif

       De nada.

csscissors.jpg

Tags:

Nem tudo o que parece é

por Pequeno caso sério, em 20.10.20

A professora pediu aos seus alunos de 2° ano para fazerem um desenho onde retratassem  da sua família. 

O Zézinho despachou a tarefa num instante e entregou-a à professora. Ao observá-lo a professora ficou incrédula e muitíssimo preocupada. Decidiu então convocar os pais do Zézinho para uma reunião. 

No dia marcado os pais compareceram e ouviram atentamente a professora:

- Bem, chamei-os cá porque estou muitíssimo preocupada com o Zézinho...

Pedi aos alunos que desenhassem a sua família. Recebi alguns desenhos muito "particulares" mas ainda assim, nada que me tirasse o sono como o desenho do vosso filho. Gostaria que o observassem e me ajudassem a interpretá-lo:

 

20201016_190817.jpg

 

Os pais olharam um para o outro e soltaram uma sonora gargalhada.

A professora, cada vez mais preocupada, pergunta:

Então...mas eu mostro-vos um desenho com esta gravidade e os senhores riem?!

E os pais, com o ar mais tranquilo do mundo, respondem:

Professora, agradecemos a sua preocupação mas de facto não há nada de errado com o nosso filho. O que ele desenhou corresponde  fielmente às nossas últimas férias de verão quando fomos em família fazer snorkelling. 

csscissors.jpg

Tags:

Então Pequeno caso sério...

por Pequeno caso sério, em 19.10.20

...o que tens a dizer sobre esta coisa da aplicação "Stay away Covid" ? - perguntam vocês com esse ar de quem acha que sabe a resposta mas também  sabe que eu vou arranjar maneira de escrever merda.

E eu, que procuro nunca vos desiludir, tentarei dar o meu melhor.

Em primeiro lugar, acho o nome um bocado parvo. Se é para ser usado por cá, então o nome devia ser em português, tipo," Vait'imbora Covid" ou "Xô, Covid!" 

Depois, acho que todas estas medidas seriam desnecessárias se fôssemos realmente cumpridores daquilo que nos pediram. Sabendo de antemão que isso seria impossível uma vez que "incumprir" é o nome do meio de muitos tugas e que a coisa só lá vai se tocar no bolso, creio que a fiscalização dos ajuntamentos devia ter começado mais cedo.

E quando digo mais cedo, é mesmo mais cedo.

20201016_191231.jpg

csscissors.jpg

Tags:

Pág. 1/3



foto do autor




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.