Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Meia branca e sandália.Não pode piorar?Ai pode, pode!

por Pequeno caso sério, em 14.09.18

"ai córror meia branca com sandalete ! Que piroseira! Vê-se logo que é coisa de estrangeiro branquela!"

 

Também acho.

Tem algum jeito? Ou se usam meias e sapatos ou se usam sandaletes.Sem meias.Que não há nada mais feio à face da terra.

'Migas, vão por mim. Há.

 

Como se este flagelo da humanidade não bastasse, houve uma alminha desocupada que se lembrou de criar a coisa mais parva de todos os tempos a pensar que isto faria rir alguém. Só mesmo uma 'ssoa muito parvalhona para achar graça a isto...

2018-09-11 23.05.54.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

P.s- AHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHA

csscissors.jpg

Parece que é ...mas não é

por Pequeno caso sério, em 13.09.18

 

Duas amigas estão  sentadas numa esplanada quando passa uma mulher muito vistosa.

 

 

2018-09-12 17.38.12.png

 

As duas amigas miram a mulher e fazem aquilo que todas as gajas fazem quando passa uma gaja que dá nas vistas.

 

 

- Aquela gaja é mesmo gira...

 

- Pintada, também eu!

 

- Nã ela é mesmo gira...vê-se logo pelos traços.

 

- Continuo a dizer que aquilo é muita base, batom e máscara. Aposto o que quiseres que quando acorda é medonha. 

 

- Achas? Já agora, gostava de ver isso.

 

- Sei de uma forma de tirarmos as dúvidas.

 

- Ai sabes? Como?

 

- Sei onde a gaja mora. Vou lá às 6:30 da manhã, toco à campainha, escondo - me e tiro - lhe uma fotografia. 

 

- Não eras capaz !

 

- Sou pois ! É tudo uma questão de números. Quanto é que vale?

 

- Uma alheira grelhada com ovo a cavalo e batatas fritas. 

 

-Feito!

 

 

 

 

Dia seguinte. 

 

6:35 da manhã. 

 

Toque de mensagem .

 

 

 

"A alheira é bem passada! "

 

2018-09-12 17.38.27.png

csscissors.jpg

Amor para a vida toooodaaaaa 🎵🎶🎵🎶

por Pequeno caso sério, em 12.09.18

Quantas vezes vemos e ouvimos  juras vãs de amor eterno?

Quantas vezes sabemos de pessoas que desistem à primeira dificuldade? 

Muitas. Demasiadas.

 

O amor dá trabalho e a maioria das pessoas não está para isso. É tudo muito fácil quando a coisa corre bem mas quantos estão dispostos a cometer as maiores loucuras por amor?

Poucos. Muito poucos.

 

Mas eu conheço um casal desses. Talvez os últimos da espécie dispostos a ultrapassar todas as barreiras.

Sempre juntos.

Contra tudo e contra todos.

Para a vida toda.

 

2018-08-21 09.37.31.png

 

Parecia mesmo um post de gente crescida, pois era? 

 

[Três anos passados e ainda não me conhecem...tsss...tsss... tsss]

csscissors.jpg

Older. (but not wiser)

por Pequeno caso sério, em 11.09.18

Disse a minha amiga Quarentona:

estamos a envelhecer quando vemos que está Sol de manhã  e a primeira coisa que pensamos é que está bom para estender a roupa.

 

Bem minha amiga , tens a tua dose de razão MAS há outro motivo bem mais grave que nos faz cair em nós e "aceitar" que de facto não vamos para novas.

 

 

 

Não é quando todas as articulações começam a estalar;

 

 

 

Não é quando ficamos contentes com as promoções do Pingo Doce;

 

 

 

Não é quando vamos do fogão ao frigorifico e abrimos a porta sem fazer a mais pequena ideia do que lá iamos buscar;

 

 

 

Não é quando vemos uma moeda de 2€ no chão e já não nos baixamos para a apanhar com medo do que poderá acontecer às nossas costas.

 

 

 

 

 

Nada disso !

 

 

 

 

 

O que nos leva a constatar que estamos  de facto a envelhecer é  olharmos para baixo e darmos de caras com o primeiro pêlo branco na patareca.

É aí, e só aí que, por muito que nos custe, percebemos que não há volta a dar.

 

 

 

 Deal with it !

csscissors.jpg

Expectativa versus realidade

por Pequeno caso sério, em 10.09.18

É sabido por todos os que frequentam este antro de maluqueira que tenho uma imaginação muito fértil.

Em bom rigor, esta maravilhosa constatação que vos deixo abaixo podia ter sido feita por mim. Mas não foi. Chegou - me via facebook e foi a única vez que um ferro de engomar me fez rir.

 

 

Aposto que aquele barquinho lá ao fundo também me faria dar boas gargalhadas. Ah se dava! Já me estou a imaginar a "conduzir" aquele menino com a brisa marítima a bater - me na cara e nos cabelos, com um bruto biquíni a condizer com uns óculos todos estilosos...

2018-09-09 14.08.19.png

 

Em vez disso a única coisa que vou conduzir é o ferro de engomar na tábua que parece que o suga...com o cabelo todo pinguço do vapor...que se cola à cara por causa da ventoinha...enquanto envergo uma t-shirt velha...um calçonete que deixa ver os godilhões...e uns óculos da avó para ver bem  a merda que estou a fazer. 

É quase a mesma coisa, pois é? Dassssssss! 

 

 

csscissors.jpg

Mataram o monstro das bolachas!

por Pequeno caso sério, em 07.09.18

As manhãs e as noites estão mais frias mas quando o Sol "descobre" fica um calor que não se pode.

Maneiras que uma 'ssoa anda confusa sem saber muito bem o que calçar.

Como seria de esperar, andei a vasculhar para ver se encontrava solução para este flagelo.

'Tão não é que me aterrou no mail uma sugestão toda catita vinda dessa grande marca que me proporciona sempre boas gargalhadas, a começar pelo próprio nome, Bimba y Lola ? Atentai nesta maravilha : 

 

 

2018-09-06 21.48.19.png

Não perceberam bem o conceito? Eu mostro melhor:

2018-09-06 21.47.56.png

Lindos, pois são ? Também acho.

Agora é arranjar 115€ e pronto, problema resolvido. Ou quase, vá. É que ninguém me tira da cabeça que para fazer estes xnélos supé fashion alguém teve de cometer um assassinato. De quem? Ora, deste menino pois então :

 

cKQArbJqHOzH5wbqN2sPfA-default.gif

csscissors.jpg

Uma anedota por dia, não sabe o bem que lhe fazia # 21

por Pequeno caso sério, em 06.09.18

Alentejo profundo.

 

Compadri estava semeando quando lhe dá uma larica

 

Procura onde matar a fome e avista uma taberna/ bar de alterne.

 

Compadri entra e observa o preçário:

 

 

sande de quêjo----------------1€

sande de torresmos---1,50€

bagaço-----------------------0,80€

copo de tinto--------------0,70€

festas na pichota -----10,00€

 

 

 

Compadri saca da carteira e observa quanto dinheiro tem para não passar vergonhas e chama uma das três belas magânas que estavam servindo ao balcão.

 

Magana aproxima-se e com uma voz extra-sensual pergunta:

 

- 'Tão, qué que vai ser? 

 

 

Compadri, salivando e com um ar lambão, segreda à Magana :

 

- É vomecê que 'tá afangando a pichota dos clientis?

 

 

Magana,lambendo as beiças  com um ar poderoso e sedutor, responde:

 

Sou mêmo eu, sim senhora!

 

 

Compadri, aproximando-se ainda mais da Magana aumentando ainda mais a  tensão sexual, ordena-lhe:

 

-Atão se ei vomecê...vá lá lavar as mãos mûnte bêm lavadinhas quê quero uma sande de torresmos ! 

 

 

csscissors.jpg

Ó FREGUESAAAAA, venha que é fresquinhoooooo!

por Pequeno caso sério, em 05.09.18

-Ai Pequeno caso sério, tu és tão engraçada...e tens cada uma que não lembra ao diabo! - dizem vocês a afagar o ego desta que vos escreve.

Sabem muito vocês.

A vossa sorte é que além de não jogar com o baralho todo sou altruísta ao ponto de continuar a partilhar convosco toda a minha sapiência no domínio da maluqueira da qual me  achava rainha e senhora. 

E foi quando eu achava que esse trono estava conquistado sem qualquer hipótese de ter outro dono, que isto me chegou às mãos :

 

2018-09-04 19.03.11.png

 

E o que é isto?- perguntam vocês com um ar incrédulo de quem já achava ter visto de tudo.

Bem, isto é a ideia mais estúpida de sempre. Mas que funcionou durante algum tempo.'Tão parece que algures  neste mundo o dono de uma peixaria se lembrou de escoar o stock de peixe podre  com "alguns dias". Para isso colava olhos de plástico (daqueles dos xnêses) nos peixes para que ficassem com um aspeto mais saudável. Azar do caraças. Alguém deu com a língua nos dentes e a polícia fechou-lhe o negócio. 

 

 

Pode ter ficado sem emprego mas o título de rei da maluqueira, esse já ninguém lho tira.

csscissors.jpg

O recomeço foi doloroso?Calma.(pode sempre piorar)

por Pequeno caso sério, em 04.09.18

O recomeço foi um misto entre a felicidade de reencontrar a tribo da maluqueira e a tomada de consciência da quantidade de burocracia que aí vem. Nada que não se resolva. 

Trabalho terminado eis que passei para outra tarefa igualmente deprimente:compras de supermercado. 

Tarefa concluída eis que termino o dia com chave de ouro com outra tarefa boa, boa mas mesmo boa. Quererdes saber qual foi? 'Tão eu digo. Aquela coisa que todas as gajas adoram fazer: exterminar pêlos do próprio corpo com recurso a várias técnicas de tortura medieval que tanto podem envolver cera quente como pistolas,luzes e cenas futuristas que mais parece um episódio do "Matrix" .

Ora a esteticista fica numa avenida muito movimentada cá da cidade maneiras que arranjar um lugar para o carro é tarefa complicada.

Munida de um olhar digno de qualquer ave de rapina, avisto um lugar, à sombra, mesmo em frente à porta. Senti aquilo que toda a pobre sente nestas ocasiões: "eh caraças, que fezada!" e saí do carro toda inchada como se me tivesse saído o euromilhões, enquanto lançava um olhar de "temos pena" ao desgraçado que vinha atrás de mim a fisgar o mesmo lugar que eu.

Foi aqui.

Foi aqui que o meu dia atingiu o auge.

Afinal havia uma razão para aquele lugar estar vazio.Ou isso,ou foi cabrão do carro que me rogou uma praga.

 

source.gif

 

 

Sim, um pombo cagou-me na cabeça...e pela quantidade de merda que saiu daquele cu,aquilo não era um pombo. Era um peru.

Sim, tinha um pacote de  lenços de papel na mala. Com um lenço.

Sim, entrei na esteticista com a cabeça toda cagada e antes de ficar depenada tive de ir lavar a parte do cabelo onde a avestruz o pombo se aliviou.

 

 

 

Moral da história:

Afinal o regresso ao trabalho pode ser a melhor parte do teu dia.

csscissors.jpg

2018-08-21 09.38.02.png

 

 

 

[Deslarguem -me da mão. Estou com um humor que não se aguenta. Se fosse vocês ria - me muito e fazia comentários bem catitas . Depois não digam que não avisei.]

 

csscissors.jpg

Pág. 2/2



foto do autor




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.