Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Feito à medida

por Pequeno caso sério, em 30.04.18

Alfredo, executivo de sucesso, quer pela sua habilidade profissional mas também pela sua fama de chifrudo, percebe que chega a hora de trocar as cadeiras do escritório. 

Pelo intercomunicador chama a secretária, Eulália, que lá aparece com aquele ar enfastiado de quem trabalha muito quando na realidade leva os dias a passear as varetas  pernas de um lado para o outro sem fazer nenhum.

 

Alfredo- dona Eulália, ando aqui com uma dor nas costas...

 

Eulália -  quer que lhe marque uma consulta? 

 

Alfredo - não. Acho que chegou a hora de trocar as cadeiras. Faça isso. 

 

Eulália - tem preferência por algum modelo?

 

Alfredo - não. Deixo isso ao seu critério. Têm apenas de ser confortáveis e que se veja que são cadeiras de executivo. 

 

Eulália pesquisou e lá encontrou o que o patrão ordenara. Fez a encomenda de duas cadeiras.

 

No dia da entrega, Alfredo estava presente e teve de assinar o documento comprovativo.Assim que olhou para a fatura que trazia o nome do modelo das cadeiras chamou Eulália e disse -lhe furioso:

 

             -ESTÁ DESPEDIDA!

 

 

 

E porquê ?! - perguntam vocês. 

 

Óbvio.

A Eulália estava a pedi - las:

2018-04-29 14.14.45.jpg 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Happy Birthday my dear

por Pequeno caso sério, em 27.04.18

Quando fazes anos fico sempre em pulgas para te surpreender.Tarefa difícil para quem já viu muito e tem tanto.

Sou pessoa simples e portanto só posso contar com o meu sentido de humor e com a memória (que vai retendo cada vez menos) para te surpreender.

Tem de ser algo subtil mas significativo para ti porque , afinal de contas, não se trata apenas de um virar de folha no calendário. 

 

Este ano foi mais fácil. 

 

Bastou - me regressar àquele lugar tão vosso  que passou também a ser meu.

 

giphy.gif

 

Que os teus dias possam sempre ser atravessados pelos mesmos raios de Sol que fizeram crescer as folhas da vossa árvore. Cá estarei para apanhar as que se soltarem e contemplar as que resistem, presas à vida.

 

   Parabéns, minha amiga!

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas

por Pequeno caso sério, em 26.04.18

Gosto muito de conversar mas tenho pouca paciência para aquelas ' ssoas que andam à volta do rabo para dizer uma merda que se diz em três segundos.

O meu tempo começa a ser demasiado precioso para o gastar em vão, maneiras que quando começo a ouvir expressões como"então é assim"; "lá está ";"tipo";"digo - lhe eu assim".... [a lista é grande mas já sabem que não gosto de perder tempo] começo logo a revirar os olhos:

 

Vou exemplificar :

 

pessoa x- lembras-te do Zé?

eu- qual Zé?

pessoa x- aquele que é primo do Rui, que é casado com aquela boazona que lhe mete os cornos, que é afilhado da dona daquele café lá da rua da tua mãe onde as velhas passam o tempo a ratar da vida dos outros, que tem uma esplanada com umas cadeiras muito giras mas umas mesas feias comámerda, e que o velho que serve à mesa parece um boneco de um ventríloquo? 

eu- quem , O Zé maluco?

pessoa x -  esse mesmo!

eu- qué que tem?

pessoa x -  nada. Era só para saber se conhecias.

 

Pessoas. 

Conversar é um dom e nem toda a gente nasceu com essa sorte. Maneiras que sempre que tiverem a triste ideia de fazer uma "conversa" ponham os olhos nisto:

2018-04-25 10.31.01.png

Usem sempre a imagem da esquerda. Numa conversa (nem que seja de chacha), uma linha reta é sempre a melhor opção. Vão por mim.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Padroeira das xarocas

por Pequeno caso sério, em 24.04.18

Sou pessoa nada  pouco crente maneiras que apanharem - me numa igreja só acontece em três ocasiões :

Casamentos 

Batizados 

e

Funerais.

 

Prefiro os dois primeiros mas confesso que também me divirto sempre muito nos funerais principalmente ao observar o tipo de conversas que por lá se têm e como , por magia,  a besta do morto vira Santo só porque está metido numa caixa de madeira cheia de folhos e paneleirices .

 

'Tão não há nada capaz de te atrair a uma igreja Pequeno caso sério? - perguntam vocês com esse ar de beatas prestes a fuzilar uma herege só com o olhar.

 

E eu respondo :

'Pá,  depende do altar.

Se for daqueles a cheirar a mofo com o senhor pregado na Cruz, não. Agora, se for um altar original capaz de me levar às lágrimas só de imaginar um padre a celebrar uma missa em frente da padroeira das xarocas , sou mocinha para entrar. E repetir .

2018-04-22 10.24.45.png

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pica miolos

por Pequeno caso sério, em 23.04.18

- tens café? 

 

- não. 

 

- mas apetecia - me tanto um café...não tens mesmo?

 

- não. 

 

...

 

- tens café? 

 

- já te disse que não! 

 

- bebia mesmo bem um cafezinho ...não tens mesmo?

 

- dassssss, ' tás surdo ou quê?! Já te disse que não! 

 

- eu ouvi mas era só para confirmar. Olha lá,  mudando de assunto...

 

- diz lá...

 

- tens café? 

 

- foda - se que és chato! Se perguntares essa merda outra vez juro que te dou um tiro, caralho!

 

- eh lá....tens uma arma?!

 

- não...era só para te calares .

 

- ah... e café? Tens?

 

tenor.gif

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

EDP : paga e não bufes.

por Pequeno caso sério, em 20.04.18

Começo por dizer que admiro as pessoas que trabalham nos call centers. Tal como no atendimento direto ao público, é preciso uma grande dose de paciência.

MAS, o inverso também acontece, ou seja, também há clientes que têm de respirar fundo várias vezes para não mandar quem lhes atende o telefone para o real caralhinho. Já lá iremos.

 

Há cerca de três meses mudaram-me o contador da luz sem que eu tivesse pedido nada :dos "antigos" passámos a ter um digital. Pensei sempre que aquilo havia de dar merda...e não me enganei.

Ora acontece que há cerca de quinze dias recebi uma conta de mais de 80€ para pagar. (o que para mim é muito tendo em conta o pouco tempo que passo em casa).  Como tenho débito direto , aguardei que as sanguessugas fossem lá tirar a guita no dia indicado . O dia chegou e nada. Mais outro passou e nada.Não dei muita importância pois , como é óbvio, não se haviam de esquecer de me ir à conta sorver o que eu "gastei".

Ontem, às dez da noite quando cheguei a casa tinha mais uma carta da EDP. Mau. Atão mas ainda agora nem foram buscar uma já me estão a cobrar outra? Masqué estamerda?  

De facto, lá estava a bonita e redondinha  quantia  de 108 € . Pormenor: a data do levantamento da quantia era a mesma da fatura anterior bem como o período de faturação.

Senti um calor a subir e agarrei-me ao telefone que caso não tenham reparado , começa por 808, o que logo à partida, quer dizer que nos vão entrar outra vez no bolso. (aproveito para deixar aqui um link que acho que será útil da próxima vez que tiverem de usar um número destes)

 

Liguei e expliquei ao senhor a saga das duas faturas.

Senhor procura no sistema as ditas e informa-me que a primeira fatura foi anulada e a que era a sério era a só segunda.

Perguntei:

EU- então mas se a 1º fatura foi anulada, enquanto consumidora não devia ter sido informada disso? 

EDP- pois...tem toda a razão

EU- imagine que em vez do débito direto eu já tinha ido pagar a um multibanco...

EDP- pois...era chato...

EU- chato? olhe chato é o valor da 1ª fatura e mais chato ainda o valor da segunda!

EDP- pois...

EU- até porque não percebo estes valores...se consultar aí o histórico dos consumos dos últimos ANOS perceberá que este valor não pode estar certo...

EDP- provavelmente alterou alguma coisa aí em casa na instalação elétrica ou assim...

EU-  que eu tenha dado por isso, nos últimos 16 anos, não!

EDP- pois...então não sei...

EU- não sabe.....resumindo : paga e não bufes não é?!

EDP- pois...é mais ou menos isso é...posso ajudar em mais alguma coisa?

EU- 'Tão não podes, pá?Para começar podias ir para o caralhinho Não, deixe estar que fiquei bastante mais esclarecida. Muito obrigada e boa noite.

 

 

Fiquei a saber depois que aconteceu uma coisa semelhante a uma colega de trabalho do meu marido. Os consumos dispararam sem razão aparente e ela solicitou a vinda de um técnico para averiguar se o contador tinha alguma anomalia. Pormenor : a vinda do técnico custou a módica quantia de 170€.Vai uma aposta que não descobrem nada de errado com o mesmo?

 

Senhores da EDP,

falo em nome individual mas tenho a certeza de que quem já passou por isto subscreve o que  vou dizer. 

Sabem onde podem enfiar o vosso serviço de atendimento ao cliente + a vossa faturação + a linha 808 + o vosso contador digital ? Exato. Aí mesmo.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

I'm not a morning person

por Pequeno caso sério, em 19.04.18

Sou intragável quando acordo.

Não gosto que falem comigo, preciso do meu tempo para as necessidades fisiológicas e detesto andar à pressa.Tudo tem de ser feito com muuuuuuiiiiiitaaaaa calma.

 

Há quem acorde já linda e perfeita (até metem azia, as porcas):

3d75f690-7198-0132-4374-0ebc4eccb42f.gif

Há quem só acorde à chapada:

giphy-2.gif

E depois...bem, depois existo eu, que assim que abro a pestana revelo logo todo o meu glamour :

giphy-1.gif

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Eles falam, falam, falam...mas não dizem nada

por Pequeno caso sério, em 18.04.18

Sobre aquele  pobre provinciano que andou na política uns anos e cujas conversas codificadas com um amigo (que bate todos os recordes no uso da expressão "portanto") com que fomos obrigados a mamar  presenteados ontem à hora do jantar, tenho a dizer o seguinte:

 

tumblr_lvg1ljoyUV1qzqdem.gif

 

E de sobremesa, levámos com o Oui Monsieur  e toda aquela máfia que mete nojo mas que continua toda à solta  e sobre a qual também tenho outra coisa a dizer  :

 

DearCoolKagu-max-1mb.gif

 

No fim desta vergonha, só "escapa" (literalmente) o Schneider que ninguém sabe onde está.  Provavelmente terá guardado consigo o penico que alberga esta merda toda.

Resta - nos aguardar que se digne a vir despejá - lo.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

De boas intenções está o inferno cheio

por Pequeno caso sério, em 17.04.18

Toda a gaja sabe a dificuldade que é andar de saltos altos. Fazem uma perna mais bonita e ficamos bem mais sexy.

Tudo verdade.

Então porque é que as gajas não andam sempre de saltos altos?  

Primeiro porque faz mal às cruzes. Depois é uma bela forma de deformar os pés todos com calos que são uma invenção do demoine para nos foder a vidinha. Finalmente,  porque o pavimento das nossas cidades não está preparado para os saltos altos.

Digamos que a calçada portuguesa está para os saltos altos, como o cu está para o papel higiénico de folha simples : já toda a gente experimentou e deu merda.

 

Pior que a calçada portuguesa só mesmo aquelas grelhas metálicas que existem perto das estações de metro (e não só). Já experimentaram andar de saltos altos em cima de uma dessas grelhas? Espetáculo! 

 

Ora sucede que uma alma caridosa, cheia de boas intenções - um gajo com toda a certeza- a pensar no bem estar de quem usa saltos altos, arranjou solução para esse problema.

Atentai se isto é ou não é obra da cabeça de um gajo:

2018-04-16 19.16.45.png

 

Ó Pequeno caso sério,  obra de um gajo porquê?  - perguntam vocês com um  ar indignado de quem está pronto para me dar uma paulada por ser tendenciosa.

 

Explico já. 

 

Já repararam na abertura de pernas com que uma  ' ssoa fica para usar aquelas marcas que permitem que os saltos não se enterrem ?! Agora imaginem lá quem é que está lá em baixo das grelhas a espreitar  passar... Pois. 

giphy-4.gif 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Always Look On The Bright Side Of Life

por Pequeno caso sério, em 16.04.18

Não gosto de chuva.

De chuva com vento numa altura do ano em que era suposto andar com as carnes já a ganhar alguma coloração,ainda menos mas confesso que a chuva até tem o seu lado positivo.

Para além  do óbvio que é repor o nível de água nas barragens, há outro bem melhor. 

 

Ai há Pequeno caso sério? - perguntam vocês já a adivinhar que vem aí merda.

 

E eu respondo : há pois.

 

Enquanto chover anda tudo com os dedos tapados  o que , convenhamos, em alguns casos , é uma benção. 

 

2018-04-12 22.19.58.png

 

orig.gif

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



foto do autor




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.