Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Diz que é fashion ...será ?

por Pequeno caso sério, em 17.05.17

Turbantes.

Não. Não vou falar daquelas coisas que os indianos(e não só)usam, e que lhes acrescentam mais uns centímetros de altura,escondem o óleo do cabelo e sabe lá mais Deus o quê , pois sobre isso há  pouco a dizer. É cultural.

 

O que vou falar hoje é daqueles pedaços de tecido que as fashion bloggers insistem usar enfiados pela cabeça abaixo, por cima do cabelo, parando ali na zona da testa. Pior. Insistem em postar fotografias nas diversas redes sociais nesses preparos e com isso angariam seguidoras na coisa.

A menos que tenham uma testa de 35 cm , não vejo utilidade nisto. Nem glamour. Nem moda. É só...estúpido.

Para mim a moda do turbante (ou lá como é que aquela merda se chama) é só uma gaja com uma fita enfiada na mona que claramente não acabou de pôr como deve ser. 

 

Atentai neste exemplo que ilustra o que acabei de dizer:

A moça estava a arranjar-se para sair.

Vai daí, tocam à campainha.

Ela ouve e pensa :

 

Ai caraças...parece que ouvi a campainha...'tão e agora? Abro....não abro...se calhar é melhor abrir ...deve ser o Gustavo...ai ...ainda não acabei de me arranjar...ai que 'tou tão nervosa...ainda escavaco uma unha toda...calhando é melhor abrir senão o gajo foge e sabe Deus o que me custou enganar este. Se ele estranhar , digo que é a ultima moda que  o gajo, burro como é, acredita.

 

E pronto. Foi assim que a coisa começou.

 

Estive caladinha até agora mas desde que vi a Ana Guiomar no anúncio daquela marca que começa em  "Vo"  e acaba em  "fone"  que não durmo como deve ser só a pensar nisto.

Hoje, já espero dormir melhor.

csscissors.jpg

Nós por cá #2

por Pequeno caso sério, em 16.05.17

Fui fazer um exame médico. 

Estacionar o carro foi uma aventura. 

Cheguei esbaforida e lá tirei a senha para fazer a inscrição numa ante sala que é um sítio onde umas senhoras muito sorridentes devem pensar assim " Se pensas que isto é mau, espera aí que já vais ver o que é bom para a tosse ".

Inscrição feita dirigi-me à sala de espera. Foi aí. Foi aí senhores que o regabofe se deu.

 

Sala completamente cheia com gente de todas as idades mas onde predominava a malta que já não vai para nova. 

Quem estava de pé aguardava ansiosamente por uma cadeira vaga. Assim que deu, sentei-me e percebi que a puta da cadeira rangia como se fosse a porta do castelo do drácula.

Como a espera se previa longa fui cruzando e descruzando as pernas alternadamente e a puta da cadeira fazia de mim o centro das atenções. O mesmo aconteceu com todos os presentes na sala. Aquilo parecia um concerto. Mas em mau.

À minha frente um moço na casa dos 70 tinha uma cadeira que rangia mais que todas as outras. A espera dele foi mais longa que a minha, maneiras que quando me sentei, ele já levava muito tempo de chinfrineira.

A cada movimento que fazia a cadeira rangia . Muito alto.

Como a sala estava em silêncio toda a gente prestava atenção ao que ele ia bufando e que foi variando entre o:

 

"porra...um hospital destes ...e as cadeiras não prestam para nada!"

ou

"andei eu a descontar para isto!"

ou ainda 

"xiça que já não tenho posição para estar!"

 

 

Quando toda a sala já fazia um esforço gigante para conter a vontade de rir, eis que a médica chama finalmente pelo nome dele.

Comentário do moço?

 

"dasss! 'tava a ver que não!!!"

 

E a sala de espera pôde, finalmente, fazer isto:

 

Nunca...nunca uma ida ao médico foi tão divertida.

csscissors.jpg

Pequeno caso sério: usar sem moderação

por Pequeno caso sério, em 15.05.17

No outro dia uma uma leitora comentava que se ri muito com as maluqueiras que escrevo mas que lamenta uma coisa: que o riso não emagreça.

Aquilo ficou a martelar-me . De tal maneira que dei comigo a pesquisar sobre o assunto para lhe poder provar o contrário. 

Descobri , entre outros beneficios , que ao rir  usam-se 12 músculos da face; se gargalhar , o número sobe para 24 e se conseguir a proeza de falar e rir ao mesmo tempo , a coisa atira-se para os  84 músculos. Como bónus, os movimentos que fazemos quando nos rimos, retardam o aparecimento de marcas de expressão pois tonificam a musculatura facial, adiando os efeitos do envelhecimento. 

 

Pela quantidade de maluqueira que já escrevi e prevendo o que ainda está por vir,  'tarda nada ficam assim:

csscissors.jpg

Todos os caminhos vão dar a ...Fátima

por Pequeno caso sério, em 12.05.17

'Tão Pequeno caso sério, onde vais hoje para aproveitar este dia maravilhoso  (dassssss mais à puta que pariu aos invejosos que não tiveram essa sorte e encomendaram ao S. Pedro esta bela merda de tempo) , já que te foi concedida tolerância?

 

Eu?

'Tão, vou  onde toda a gente vai :  a Fátima .

csscissors.jpg

De volta à programação normal

por Pequeno caso sério, em 11.05.17

Sabem aquelas gajas magras, (as putas) que só comem alface e nunca têm fome (as putas), que  vão ao ginásio sete dias por semana e fazem tudo  na maior (as putas), e que têm um corpo do demóine (as putas)?! Essas mesmo.

 

 

Imaginem que duas dessas gajas se encontram na praia depois de muito tempo sem saberem nada uma da outra.

 

 

 

 

 

 

Pôr de sol maravilhoso.

 

 

 

 

As ondas como pano de fundo.

 

 

 

 

 

Correm uma para a outra para se abraçar em câmara lenta (porque as putas magras correm em câmara lenta para toda a gente ter oportunidade de as ver bem) .

 

 

 

 

 

Conseguem imaginar ?

 

 

Não?!?

 

 

 

 

Dasssssssssssss...tudo eu ! Tudo eu !

 

 

csscissors.jpg

Post piroso e lamechas...como o amor deve ser.

por Pequeno caso sério, em 10.05.17

Este post é para ti .

Sei que de vez em quando vens aqui espreitar, por isso cá vai. Quero que fique escrito aquilo que tu já sabes.

 

Foi há 15 anos que nos olhámos pela primeira vez.

Chegaste à  hora do jantar . Cabelo muito preto , carinha muito rosadinha e um corpo que não enchia a roupa que escolhi para vestires. "Estas etiquetas têm de ser cortadas para não arranharem a bebé!" -recomendou a enfermeira que te trouxe (como se eu já tivesse sido mãe). 

Trazias um cheiro que nunca mais esqueci e que ainda reencontro quando te vou acordar de manhã e te beijo o pescoço. 

Guardo o teu primeiro sorriso na minha memória como um dos bens mais preciosos que tenho.

Encheste - me de orgulho no dia em que disseste "mamã" pela primeira vez . Esse orgulho multiplica - se todos os dias (até quando me móis o juízo).

Sentia - me a pessoa mais especial do mundo quando dizias coisas que só eu percebia e usavas um dialeto só nosso. Ainda hoje usamos códigos que mais ninguém entende (principalmente a tua avó!)...e é tão bom. Caraças,como é bom!

 

Foste crescendo e transformaste-me num gigante...logo eu que fui sempre tão... pequenina .

 

Tornaste - te na minha companheira de vida (mesmo que às vezes não entendas os caminhos que te mostro) e finalmente compreendi o significado da expressão para sempre.

 

Olho para ti e pergunto - me todos os dias:

Como é que consegui fazer "isto" ? 

Não sei. Mas alguma coisa devo ter feito bem para  te merecer.

 

Talvez este seja um post piroso mas o meu amor por ti é mesmo assim: piroso e lamechas.

 

Que vivas sempre feliz, todos os anos da tua vida, e que um dia possas escrever tudo isto a uma filha quase tão boa como a minha. Quase. Porque a melhor de todas, calhou-me a mim. Há 'ssoas com muita sorte !

              Parabéns, meu amor!

 

csscissors.jpg

Ser adulto

por Pequeno caso sério, em 09.05.17

Somos todos crescidos.

Temos muitas responsabilidades.

Muitas contas para pagar.

Aprendemos a  lidar com as encavadelas desta vida.

Viramos mestres na arte de engolir sapos.

Procuramos dar bons exemplos aos nossos filhos.

Somos todos muito maduros...

Até que ...

2017-05-08 23.20.59.png

 

 

Ah...Isto estava a correr tão bem , não estava?

Impressionante. Nunca mais aprendem.

Quando...Quando é que vocês percebem que nunca vão ler nada de jeito aqui, hum? (amanhã há mais!)

Vão mas é trabalhar!

csscissors.jpg

Pêlos...toda a verdade

por Pequeno caso sério, em 08.05.17

Chega esta altura do ano e o comprimento das calças reduz. A ausência de meias também ajuda à festa. 

Nada menos atraente do que uma gaja que cruza a perna e revela um tornozelo cabeludo. Se a isso juntarmos um tom de bronze ali a roçar a lula, temos a tempestade perfeita.

 

Ora no outro dia conversava com uma amiga e, enquanto ela cruzava a perna,observava-lhe o tornozelo: hidratado, sem um único pêlo e sedoso. Elogiei-a e perguntei-lhe como é que tinha paciência para andar constantemente a fazer a depilação (ela cruza a perna muitas vezes). 

A resposta que me deu foi digna de uma gargalhada daquelas. Porquê? Ora vede com os vossos próprios olhinhos :

2017-05-05 21.51.59.png

csscissors.jpg

Regina (e todas as outras fábricas de chocolate)

por Pequeno caso sério, em 05.05.17

Porque é que eu NUNCA poderia trabalhar numa fábrica de chocolates? Porque não sou pontual. É. É isso. Pontualidade.

 

csscissors.jpg

Assim,também eu !

por Pequeno caso sério, em 04.05.17

É público que possuo uma quantidade significativa de godilhões no cagueiro.

A partir de hoje passa a ser público também, que a minha barriga começa a ter vida própria e, quando me sento, traz a  puta da irmã gémea para dar um ar da sua desgraça.

Os meus braços começaram também a dar de si e acenar a  quem quer que seja já tem de ser um ato muito bem  pensado. Devo ter um problema qualquer porque o músculo (ahhahahhahahah) em vez de estar em cima , descaiu. Ou isso ou apanhei uma doença qualquer nos braços que os transformaram naquela pele que os perus têm no pescoço. Menos vermelha, é certo, mas igualmente...nojenta.

 

Tendo em conta que o calor começa a apertar e que há a necessidade de pôr as carnes ao léu, eis que urge uma solução rápida e eficaz para conseguir ir à praia este verão sem usar burkini.

 

Fechar a boca está fora de questão. É desumano . Para mim e para quem comigo tem de conviver.

 

Ginásio é... complicado. E complicado porquê? Porque nas aulas de grupo arranjo sempre maneira de conversar com alguém e rapidamente fazer ali um circuito de "amizades" onde já ninguém faz nada a não ser rir. O facto de também ser um bocadinho muito  descoordenada também ajuda ao pagode. 

Então e um Personal Trainer?

Não vai dar. Guita. Muita guita ia ser necessária para alguém conseguir transformar este pacote de gelatina numa 'ssoa firme e hirta. Guita que esta 'ssoa tem na mesma proporção que a força de vontade.

 

Maneiras que, rendida às evidências, estava aqui a ver uns catálogos de burkinis muito jeitosos quando me deparo com uma notícia que me animou :

Aulas de " Nap-Ercise "

oi?

Nap (sesta) - quê? 

Num ginásio?!

Fui ver.

 

'Tão parece que há uma cadeia de ginásios que inventou uma modalidade onde a única coisa que os praticantes têm de fazer é...dormir!

Quarenta e cinco minutos a partir choco para perder calorias,aprender a lidar com o stress, aumentar a capacidade de aprendizagem ,revigorar a mente e melhorar o humor.

Tirando a parte do ter de pagar para dormir com uma data de gente que não conheço de lado nenhum, a ideia agrada-me.

Acho que é desta que a coisa se vai dar! Goodbye burkini, hello brazilian-coiso-kini.

 

Da próxima vez que me apanharem com olhos de boga com quinze dias de gelo e me perguntarem se estive a dormir, já sei o que hei-de responder:

 

"Não pá! Vim agora do ginásio!"

 

Acho que (finalmente!) descobri porque é que as princesas da Disney (essas grandes porcas)  são todas magras...

 

 

 

Assim, também eu!!!

csscissors.jpg



foto do autor




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.