Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Então pequeno caso sério...

por Pequeno caso sério, em 05.10.16

...o que tens a dizer sobre a reposição do feriado?

 

Apenas isto :

csscissors.jpg

A gaja e os desodorizantes

por Pequeno caso sério, em 04.10.16

Depois de meio mundo ter postado essa informação tão pertinente como é a da chegada do mês de outubro e já quase a acabar o calor, a gaja debruça-se hoje sobre uma das maiores falácias de todos os tempos .

Quis o destino que esta bela moça que vos escreve para além de pequena e com mau feitio, viria também a padecer de um mal que a enerva de sobremaneira. Pois que a gaja ,apesar de lavadinha e de gostar de perfumes, tem dias que parece que tem um texugo morto debaixo dos sovacos , não pela quantidade de pêlos que diz que agora está na moda basta olhar para o novo anúncio da H e M  mas sim pelo odor que, aparentemente, só a própria nota.

Vai daí que na tentativa de solucionar o problema, a gaja desbrava o maravilhoso mundo dos desodorizantes e descobre que, desde que era adolescente até hoje, já foi embarretada tantas vezes que já dava para fazer uma viagem jeitosa.

Comecemos pelos diplomatas: os  sprays. Há ali uma certa distância que é preciso guardar. Gosto disso. Quanto à função que deviam desempenhar, lamento, mas são uma valente merda. Não só não eliminam o cheiro como ainda lhe acrescentam outro odor . Ora isto tudo junto é coisa para fazer vomitar uma 'ssoa na hora de voltar a passar essa camisa a ferro. Ponto forte? No inverno o spray é coisa para custar menos. 

Avancemos para outra categoria: os roll-on. Ao contrário do primo spray , o roll-on gosta do contacto físico e ataca ali o sovacame de uma 'ssoa sem dó nem piedade fazendo lembrar aquelas tias velhas que dizem 'Cá beijinho à tia , deixando rasto e tudo.Como as velhas.

Ora o rasto que o Roll-on deixa na roupa acabada de vestir é coisa para deixar a gaja à beira de um ataque de nerves. Pior que isso só mesmo a merda das manchas amarelas que se agarram à roupa e de lá já não voltam a sair. Use o que se usar. Mais facilmente furam a roupa do que a nódoa de lá sai.

Ahhhh...e o que a gaja gosta do Einstein dos desodorizantes!! Não conhecem?! Então é aquele  inteligente que não só acaba com o fedor de uma 'ssoa, como ainda deixa o branco ficar branco e o preto ficar preto . Tão esperto o meu menino!

Por fim temos o velhaco dos desodorizantes: o antitranspirante. Ó porra, se isso fosse verdade porque é que cada vez que a gaja vai ao supermercado há sempre uma marca nova a prometer a mesma coisa , hum?

 

Bem vistas as coisas o melhor mesmo é a gaja parar de gastar dinheiro e deixar o texugo ali 'ssogadito pois aparentemente o bicho vai hibernar até ao próximo verão. Para além disso, parece que as gajas não transpiram. As gajas brilham .

csscissors.jpg

Subscritores

por Pequeno caso sério, em 03.10.16

Há os que nos seguem à séria . Umas vezes só com visitas diárias , outras com comentários e tudo. Daqueles pertinentes  que dinamizam o blog e que fazem valer a pena as horas gastas a engendrar tanta maluqueira.

 

Há os que sbscrevem e nunca mais cá voltam. Leram um post, acharam bom e depois perceberam que afinal foi só aquele. Na maioria das vezes graças aos destaques do Sapo.

 

Há os que te subscrevem na esperança de tu fazeres o mesmo.

 

Depois há os outros: Os subscritores arraçados de bufa.

 

Mas arraçados de bufa porquê? - perguntam vocês com esse ar de xoninhas.

 

Atentai no raciocínio.

 

Vejamos a definição de bufa:

"Gás intestinal libertado pelo ânus. Diferente do peido, que é sonoro, a bufa é normalmente subtil. Para quem tem necessidade imediata de soltar gases, é por vezes uma boa alternativa ao peido, cujo estrépido é socialmente mal visto, embora tal como ele  também possa tornar o ar irrespirável."

 

Lá está.

 

O subscritor arraçado de bufa é normalmente subtil. Tão depressa é subscritor,como se  aborrece  e vai subtilmente à sua vida para depois de um post de merda maravilhoso que escrevemos , voltar a brindar-nos com a sua subscrição. Às vezes com outro "nome" na esperança de não darmos por ele. Como as bufas.

 

O subscritor arraçado de bufa  pode tornar o ar irrespirável. Ah pois pode! O que é uma chatice dado que outros eventuais subscritores de qualidade correm a sete pés só com o cheiro. 

 

 

Então mas afinal de contas é bom ter subscritores ou não?

É pois. Desde que se decidam de uma vez. Ou vão e não voltam porque a qualidade do que aqui consta é sempre a mesma (ou seja , zero) ou mudam-se de vez e por cá ficam.

 

(É que já não vou para nova e isto de ver o número de subscritores ali encalhado sem chegar a um número redondo é coisa para me deixar à beira de um ataque de nerves !)

 

Vá, entrem  lá de uma vez  mas  não se empurrem.

csscissors.jpg

Pág. 3/3



foto do autor




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.