Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não havia nexexidadeeee #10

por Pequeno caso sério, em 18.10.16

Ó meuzzz   amigozzz...

 

'Atão mazzz 'atão vamozzz lá  ver  o que vem a ser izzzto, hum?!

 

Uma moxa tão recatada, hum, que nem consegue olhar nozolhos de uma 'ssoa, hum,  sai à rua para ir ao Pingo Doce comprar ervilhazzz   congeladazzz  e é logo apanhada pelos Paparazeee?! Hum...

 

Poiz que levava azzz moedazzz todazzz trocadinhazzz na sua pochette de gato ezzzfolado para não tere chaticezzz   com os trocozzz e pumbazzz! Vá uma flashada!

 

Não há direito! Coitadinha da Kim Kardazzzian...com a aflição agarrou no bluzzzão de ganga do irmão, benzódeuzzzz tão magrinho, e esqueceu-zzze de abotoá-lo, ficando com azzz...com azzz...ai válha -me deuzzzz, com as mamazzz  todas ao léu, hum?!

 

E não..as botazzz de plázzztico tranzzzparente que deixam ver azzz cagaitazzz que ezzztão no meio dozzz dedozzz dozzz pézzz não foram emprestadazz de uma...de uma...ai válha -me deuzzzz, de uma meretrizzz, não senhora! As botazzz de plázzztico são os sacos para guardar as comprazzz pois todazzz sabemozzz que ninguém vai ao pingo Doce e trazzzz só azzz ervilhazzzzzz, certo?! Hum...

Esta Kim Kardazzzzian, apezzzar de tímida, penzzza em tudo! 

 

Agora vá Kim, ide para cazzza para o recato do lar e ide-vozzz pôr em trajes adequadozzz para ir ao supermercado sem dar nazzz vistazzz. Se não sabezzz como fazzzer liga à Rihanna ou à Katy Perry que são moçazzz  bem discretazzz.

 

Boas comprazzz mas sem malícia, hum.

 

csscissors.jpg

Jesus

por Pequeno caso sério, em 17.10.16

Se  eu um dia encontrasse Jesus (não o "oitchenta e otcho", o outro) tenho a certeza que lhe diria isto:

csscissors.jpg

Sobre essa coisa do instinto maternal

por Pequeno caso sério, em 14.10.16

 

 

 

Todas as meninas  têm  instinto maternal .

 

Todas as meninas gostam de brincar às casinhas .

 

Todas as meninas gostam de fingir que cozinham.

 

Todas as meninas gostam de enrolar os bonecos e embalá-los como se fossem bebés .

 

Todas as meninas estão programadas para serem mães.

 

Ai sim?

 

 

A julgar por esta imagem que encontrei, olhem que não , olhem que não.

maternal.png

 

 

(Post dedicado a todas as mulheres que por esta ou aquela razão não sentiram o apelo da maternidade. Não tem mal nenhum e é uma opção tão válida como a decisão de todas as que escolheram o contrário.) 

csscissors.jpg

Fenómenos do Entroncamento

por Pequeno caso sério, em 13.10.16

Cá em casa acontecem coisas muito estranhas...

Vivemos aqui três pessoas e um coelho. Como o coelho é autónomo na sua higiene alguém me explica porque é que só a mim me acontece ter de substituir sempre  o rolo do papel higiénico? Juro que um dia ganho coragem ( e tempo)  para fazer isto:

 

E o tubo da pasta dos dentes que só acaba quando  fica anorético?

 

E a merda do gel de banho que misteriosamente acaba sempre na hora de eu tomar duche o que me deixa exaurida dos 'nerves?

 

 

 

 

 

Não sei o que se passa mas estou a pensar entregar o caso a estes dois. Alguém tem o número de  telefone?!

csscissors.jpg

O meu filho é melhor 'có teu!

por Pequeno caso sério, em 12.10.16

A minha filha pratica um desporto .

Eu  passo horassssssss infindáveis com cu numa bancada de pedra a  dar à língua com as outras mães assistir aos treinos. Não percebo um caraças do desporto em si por isso não alvitro sobre o tema. Suspeito que grande parte das mães /pais que lá estão também não, embora achem que sim. Vai daí é vê-las a debitar postas de pescada para dentro do ringue, do género " Ó Cátia Vanessaaaaaaaaa...faz assim...agora faz assado...ó rapariga não é assim!!!  Atitude rapariga , 

A-T-I-T-U-D-E !!!" . Fosse eu o professor já tinha acabado com os treinadores de bancada. Mas não sou.

O meu papel está muito bem definido: levo, trago, pago as mensalidades, compro o material desportivo, assisto aos "espetáculos" e fim. Sem nunca me iludir que não é dali que vai sair o futuro dela e muito menos a minha reforma antecipada. Assim sendo, as conquistas que vai fazendo são comemoradas com moderação, no recato do lar e sem nenhuma exposição cibernética. Repito. Nenhuma. 

Digo isto porque não foram raras as vezes a que assisti a essa exposição quer em relação ao domínio desportivo , quer a conquistas feitas no domínio académico. 

Pergunto-me se essas mães/pais tiveram o cuidado de perguntar aos filhos se não se importavam de  ficar expostos com um fato de borboleta ou enquanto seguravam com um sorriso amarelo o diploma de mérito. Calculo que sei a resposta das miúdas. E as mães também. Deve ser por isso que não perguntam.

 

Outra coisa que me faz um bocadinho de confusão é a maneira perversa de como as mesmas mães/pais abdicam da sua própria vida social ou quiçá, do não menos importante, campeonato-de-zapping-para- adormecer- ao- fim -de -5- minutos- com- o- cu- no- sofá , em prol das 5674 atividades que os petizes têm agendadas para obviamente , postar mais tarde uma qualquer fotografia para o mundo saber que estiveram no sitio X com as pessoas Y e que são umas mães muito fixolas. Uma caturreira ! 

 

E ai de quem disser mal dos piquenos porque afinal de contas é bom que o mundo saiba que o meu filho é bem melhor 'có teu !

csscissors.jpg

Crescer sem "estaca" ou violência infantil

por Pequeno caso sério, em 11.10.16

Assistimos diariamente a episódios violentos envolvendo crianças cada vez mais novas.

Nós, que somos crescidos, devíamos saber sabemos bem de onde vem tanta agressividade:

Crianças com horários brutais de trabalho escola ;

Crianças cada vez mais sozinhas entregues a um qualquer gadget porque os pais têm de trabalhar cada vez mais para pagar tudo o que nunca tiveram mas que fazem questão que os filhos tenham ;

Crianças que vão crescendo sem supervisão efetiva. 

 

Tudo o que  uma criança precisa quer é que o gadget da moda se lixe e que o pai brinque com ele na rua e que a mãe lhe leia histórias antes de adormecer.

 

Até que isso aconteça, continuarão a interpretar ( e a transpor para o seu dia a dia)  o que leem mais ou menos assim:

csscissors.jpg

Rego

por Pequeno caso sério, em 10.10.16

Depois de anos perdidos em pesquisas, finalmente descobri que o rego  do cu  tem outra finalidade para além da obvia que é enojar a transeunte mais incauta. 

Ei-la:

Aposto que não mais olharão para aquele rego do cu que teima em espreitar das calças da mesma forma . De nada.

csscissors.jpg

Pintelhices...ou vão-se tratar

por Pequeno caso sério, em 08.10.16

2016-10-06 19.27.02.png

csscissors.jpg

Acarinhem o vosso banana

por Pequeno caso sério, em 07.10.16

As bananas  fornecem energia instantânea. São uma das principais fontes de hidratos de carbono e de açúcar,  ricas em fibras dietéticas vitaminas e minerais, Ferro, Magnésio, Potássio, Zinco e Fluoreto. São também conhecidas pela capacidade de reduzirem a tensão arterial (graças ao potássio).

Caso para dizer, uma banana por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

 

Mas ... não. Lamento. As bananas de que vou falar hoje são outras. Não fazem bem à saúde e fazem subir a tensão arterial de uma 'ssoa. 

 

A espécie de banana de que vou falar  é aplicada a ambos os géneros embora se aplique sobretudo ao género masculino. Quando aplicada no feminino , o termo mais utilizado é  por motivos óbvios, conaça.

 

Ora o banana é um gajo que mexe c'os 'nerves de uma 'ssoa porque quase nunca percebe que o é. Possui outras características facilmente identificaveis:

-Não faz nada sozinho;

-É despudoradamente encavado sem ser capaz de dizer uma unica palavra;

-Anula-se por completo em função das vontades alheias;

-É incapaz de justificar as suas escolhas quando confrontado por superiores que, por burrice, não as entendem.

 

E quem é que não tem um banana perto de si? Exato.

Maneiras que , pensando no bem de todos e porque é sabido que todo o banana mais cedo ou mais tarde vai rebentar e virar um serial killer, eis que me surgiu a ideia de criar o movimento "Acarinhem o vosso banana antes que ele agarre na catana". 

Sejam meigas e compreensivas com o vosso banana, não se enervem e mostrem-lhe o caminho certo. 

 

Se ainda assim, a coisa não resultar, e o vosso banana não perceber que efetivamente o é, caguem no assunto e sejam diretas

 

 

csscissors.jpg

Playmobil

por Pequeno caso sério, em 06.10.16

Lembro-me do meu irmão ter vários bonecos destes (e respetivos acessórios) espalhados lá por casa. Levava horas a brincar com aquilo . Eu também gostava mas o que achava mais interessante era a possibilidade de trocar os acessórios que cada boneco trazia  fazendo combinações  tão esquisitas como o cowboy enfermeiro ,polícia pirata , bombeiro mergulhador etc... (já nessa altura a minha pancada era reveladora do que por aí vinha !)

Outra coisa que me atraía nos bonecos era a possibilidade de trocar os cabelos e as barbas uns dos outros podendo mudar assim a aparência dos mesmos com pouco trabalho e rapidez. Lembro-me de pensar que um cowboy loiro não combinava lá muito bem e vai daí trocava por um cabelo mais escuro e ficava o assunto resolvido.

 

Ora parece que, por estes dias, alguém se lembrou de usar os cabelos dos bonecos da playmobil para fazer capacetes de bicicleta mais apelativos .

Ao que parece, há por aí muito paneleirote de lycra  ciclista que não usa o capacete por causa da aparência . Sim porque o facto de usarem um fato de lycra colado ao corpo de cores garridas , com almofadinhas no cu e uns óculos vindos de Marte  é coisa para deixar qualquer mulher com a libido upa, upa !

Sendo assim, duas cabeças luminosas lembraram-se de criar isto:

Sim senhora. Bem pensado . Aposto que finalmente vão cativar todos os que circulavam sem capacete a fazê-lo. Além da fatiota de lycra de cores garridas com almofadinhas no cu e  os óculos de Marte , os senhores ciclistas vão ter ao dispor este maravilhoso acessório.

Ó 'pra eles tão sexy:

 Filipa , é desta que nos perdemos de amores por estes gajos !

csscissors.jpg



foto do autor




Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.