Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Vidas que dão um filme

por Pequeno caso sério, em 19.04.21

Estar atrasada e pisar merda de cão à porta do carro.

Vir carregada com compras e rebentar a asa do saco espanhando o seu conteúdo incluindo ovos.

Partir a chave na fechadura.

Podíamos continuar mas acho que já perceberam o conceito para exemplificar aqueles dias em que pensamos "nã, esta merda não me está a acontecer" ou "foda-se, contado ninguém acredita" ?

Esqueçam. 

Mas esqueçam mesmo que o que vos trago hoje bate qualquer bizarria que já vos tenha acontecido na vida e põe qualquer argumentista de novela no chinelo. Mesmo das mexicanas.

 

Partilho convosco uma coisa que vi este fim de semana e que creio vale a pena ser difundida.

Uma hora e trinta e sete minutos de "Wtf?!" consequtivos. E quando pensamos que a coisa é incrível demais para ser verdade, continua. Mas em mau. Em muito mau pois revela-nos o lado mais sórdido do ser humano. E acreditem, a este respeito, ainda há muito que desconhecemos, o que pessoalmente me assusta muito.

 

Screenshot_20210418-092728_Samsung Internet.jpg

Sem revelar muito, o documentário conta a vida de três gémeos separados à nascença em 1961 e que por acaso (e depois não querem que acredite nestas coisas🙄), anos mais tarde, se descobrem.

A partir daqui elaborem a história mais mirabolante que conseguirem que vos garanto, ficará a milhas da realidade.

 

Depois disto vou bater na boca três vezes antes de dizer que as merdas mais esquisitas vêm todas cá calhar. E vocês deviam fazer o mesmo.

csscissors.jpg

Uma anedota por dia, não sabe o bem que lhe fazia #52

por Pequeno caso sério, em 16.04.21

José Sócrates estava deitado na cama com a namorada. De repente, a sonhar, começa aos gritos :

- Tou teso ! 'Tou teso !

A namorada, toda contente, joga a mão, apalpa-o e, desiludida, diz: 

-Foda-se, até a dormir és mentiroso!

 

Screenshot_20210415-205954_Samsung Internet.jpg

 

csscissors.jpg

O terço

por Pequeno caso sério, em 15.04.21

Filomena e Tininha eram amigas há uma vida.

Filomena era casada com o namorado de liceu. Tininha, a eterna solteirona bem resolvida.

Um dia, Tininha vê o marido da amiga aos beijos com uma gaja. Incrédula nem hesitou um segundo e correu a contar tudo à amiga:

Mena, tenho uma coisa para te contar...

- Ai credo. Que cara é essa?

- É sério Mena. Muito sério. 

- Estás doente?

- Não. É sobre o teu marido.

- O que é que tem o Zé?!

- Nem sei como te dizer isto mas vi-o aos beijos com uma gaja...e não eram uns beijinhos inocentes. Eram linguadões até ao esófago. 

- O MEU ZÉ?! PODE LÁ SER! METO AS MÃOS NO LUME POR ELE! Sempre tiveste má vontade com ele! Cá para mim tu devias era querê-lo para ti e como ele me escolheu a mim, ficaste a vida toda ressabiada com isso! Porca! Nunca mais te falo!

 

E foi-se, deixando Tininha a falar sozinha.

Apesar de não querer admitir, as palavras da amiga ficaram a martelar na sua cabeça. Chegou a casa, esperou que o Zé fosse tomar banho e começou a revistar-lhe os bolsos. Encontrou um "terço" dentro de um deles e pensou para com os seus botões:

Foda-se, sou mesmo parva! Dei ouvidos àquela estúpida e desconfiei do meu Zé. Que vergonha! Eu aqui com suspeitas e ele a rezar ! Devia era ir ter com aquela porca e esfregar-lhe o terço nas ventas. Invejosa.

 

O terço:

Screenshot_20210410-103416_Samsung Internet.jpg

csscissors.jpg

Tags:

Tachos e panelas

por Pequeno caso sério, em 14.04.21

Hoje à noite vai para o ar a tão aguardada entrevista a José Sócrates.

A propósito deste tema, desde que foi conhecida a decisão do juiz Ivo Rosa, circula na internet um movimento para que à hora da entrevista se desligue a televisão e se venha para a janela bater tachos e panelas como forma de protesto .

 

tenor.gif

200-1.gif

 

Se eu vou aderir?  Não.  Não vou em carneiradas.

 

Se acho a decisão do juiz vergonhosa? Acho. Mas também acredito que alguém fez muito mal o trabalho de casa o que lhe possibilitou esta tomada de decisão. É como diz um amigo meu: a defesa jogou com o Ronaldo e com o Messi enquanto a acusação tinha jogadores da segunda divisão.  

Screenshot_20210412-071501_Samsung Internet.jpg

 

 

Resta saber :

a cumprir-se a adesão ao movimento que se apregoa, era interessante perceber quantos dos que vão foder as tampas das panelas ou as frigideiras, é que foram votar nas presidenciais. E já agora, quantos é que o tencionam fazer nas próximas legislativas. É que parecendo que não, aí é que começa a festa. E é aí que temos TODOS de fazer barulho. Não com tachos e panelas mas com uma caneta . 

 

csscissors.jpg

Dois em um

por Pequeno caso sério, em 13.04.21

Imaginem que vão fazer um passeio higiénico para o meio do mato. Sem darem conta, afastam-se mais que o recomendável. 

Agora imaginem que o céu, até então só encoberto, decide despejar todo o seu conteúdo de forma rápida e violenta. Vamos cá saber : 

Que tipo de gaja sois?

a) a crente (se correr um bocadinho talvez dê para chegar a casa sem afocinhar na lama uma dezena de vezes);

 

b) a xoninhas (olha a merda que com esta  é que não contava, vou apanhar uma molha e ficar doente);

 

c) a realista (que ideia de merda não trazer o telemóvel. Comunhão com a natureza masé o caralho...uma chapada nas ventas ainda era pouco);

 

d) a prevenida ('sa foda a chuva. Fico já aqui e amanhã logo se vê. Ainda bem que aproveitei os saldos da Decathlon )

 

Screenshot_20210412-210711_WhatsApp.jpg

Screenshot_20210412-210722_WhatsApp.jpg

csscissors.jpg

Tags:

Se pensa que já ouviu tudo, desengane-se #27

por Pequeno caso sério, em 12.04.21

Duas pessoas conversam sobre esse objeto de grande impacto numa casa: o sofá. 

 

- Doem-me as costas...

 

- Em calhando, é das horas que passas ali mal sentada no sofá...não sei, digo eu...

 

- Sempre tens tido essa mania! Que mal é que tem o sofá?!

 

- Não tem mal nenhum mas para mim, não dava. Não acho confortável. 

 

- Um sofá em pele...mexe-se a  cabeceira...puxa-se um repousa pés...e ela diz que não é confortável ...🙄

 

- Pois não é! Quero lá saber se é de pele! Olha, o meu é de tecido e é bem melhor! Uma 'ssoa chega ali e esparrama-se toda ao comprido que é uma beleza !

 

- Bem, estás aqui, estás a dizer que o teu sofá é melhor que o meu, não?

 

- Eu não estou a dizer. Ele É  mais confortável que o teu!

 

- Só se for por causa da chésselõ.

.

.

.

.

.

Oi?

.

.

.

.

.

.

Chésselõ?!

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

Chésselõ?!

.

.

.

.

.

.

É chaise longue, caraças! Chaise longue!

 

200.gif

csscissors.jpg

Quebra gelo

por Pequeno caso sério, em 09.04.21

Para mim, até hoje, a expressão quebra gelo só podia ter dois significados :

Ou aquela cena afiada para partir o gelo como a que a Sharon Stone usou no Instinto Fatal ;

ThoughtfulThriftyCoati-max-1mb.gif

Ou a conversa de chacha que uma 'ssoa faz quando não sabe muito bem o que dizer :

5f2d665a6a22d45d8f8aa450_ease into your pitch.gif

 

 

Mas aparentemente a expressão quebra gelo pode ter mais um significado : 

20210408_204819.jpg

Agora expliquem-me lá como é que esta merda "quebra gelo" numa sanita, hum?Ah espera, deve ser assim :

Bom dia sôdona Pachenica como está? E esta humidadezinha hein? Dá-lhe cabo da permanente, não é? Pois. Uma chatice.

Ou então :

Bom dia sô Pirete, como vai isso? Hoje não está nos seus dias, pois não? Nota-se. Está murchinho .

Ou será mais na base do encorajamento daquele cocó mais tímido dizendo: 

Vá sô cocó, venha daí  dar um mergulhinho nesta piscina de água azul! Vai ver que vai gostar. Até faz "ploc! "

 

 

Juro.Juro que nunca vou entender os criativos (?) que dão nomes a estas merdas.

csscissors.jpg

Tags:

Com amigos assim, quem precisa de inimigos?

por Pequeno caso sério, em 08.04.21

Não há nada que aqueça mais o coração do que saber que estamos sempre na mente dos nossos amigos mesmo quando estamos temporadas sem nos vermos. Chega a ser comovente, até para mim que sou um cagalhão seco no que ao afeto diz respeito. Atentai pois nesta maravilha.

 

Uma amiga que já não vejo há meses, escreve-me o seguinte num grupo do messenger (cujo nome não vou revelar garantido porém que é 👌) onde estamos com mais outras colegas : 

Tenho saudades tuas...das nossas maluqueiras e do tempo em que trabalhámos juntas. Estás no meu coração e quero que saibas que se não fossem vocês, nem sei como teria ultrapassado aquela fase da minha vida. Obrigada. Mesmo.

 

 

Por esta altura, já eu tinha descascado meio quilo de cebolas(😭), quando respondo:

Puta. Já me comoveste. A amizade não se agradece e tenho a certeza que farias o mesmo por mim. Mas olha lá, porquê isso hoje? 'Tás 'co período? Ou 'tás com medo de morrer da 'znéca?

 

E ela:

Nenhuma das duas...mas vi uma coisa e lembrei-me de ti...

 

Eu:

Mau...

 

Ela:

Juro que foi automático.

 

Eu:

Vá, mostra lá, já sei que vem aí merda...

 

Ela: 

Nada disso! Uma pulseira feita a pensar em ti.

 

Eu:

Uma pulseira? Foda-se! Já sabes que detesto essas merdas...a menos que seja uma Cartier...😁

 

Ela:

Melhor, muito melhor que isso:

20210407_004928.jpg

 

Eu: 

Olha que bem! Que gostas de mim e coise... Não arranjavas maneira melhor de me matar não?

 

Ela: 

Hã?! Matar?

 

Eu:

Sim puta , se usasse essa merda o que é que achas que me ia acontecer?!

20210407_004943.jpg

 

csscissors.jpg

Tags:

Compre o que é nosso!

por Pequeno caso sério, em 07.04.21

Sim.

Sou daquelas maluquinhas que vai ao supermercado e olha para o código de barras para ver se começa por "560". Porquê? Porque desde que isso não me custe um rim, faço questão de comprar o que é produzido ou embalado em Portugal. É o meu pequeno contributo para que a nossa economia mexa qualquer coisinha. Habituei-me a fazer isto muito antes da pandemia e é um hábito que mantenho até hoje.

Na roupa a coisa fica mais difícil dado que por incompatibilidade com a minha conta bancária, só posso ser consumidora das Zaras e Mangos desta vida embora reconheça mérito nas peças tradicionais. Eu e a estilista Tory Burch, essa trafulha.

No calçado é um bocadinho mais fácil pois encontramos sapatos para todos os gostos e para todas as bolsas made in Portugal. A propósito, como faço anos em maio, acho que está na altura de se juntarem e me oferecerem uns sapatinhos Luís Onofre. Um euro a cada um e fazem a coisa. Calço o 35.

Nas louças Portugal também tem créditos reconhecidos com as marcas Vista Alegre e Bordalo Pinheiro. Gosto das duas e por isso, não se acanhem.

E se pensavam que tinham de se deslocar até à Avenida da Liberdade para conseguir comprar uma mala do dito "segmento de luxo" desenganem-se, porque até aí,  Portugal já conseguiu chegar onde só os grandes dominavam :

20210406_175517.jpg

Vão por mim. Comprem antes que esgote.

Parece que as influencers  descobriram isto e vai  bombar.

Eu cá já me orientei : 

20210406_190055.jpg

Escusam de fazer zoom. Sim, estou de pantufas.

Umas portuguesíssimas Serra da Estrela  de 1720 . É lidar.

csscissors.jpg

Tags:

Parvómetro

por Pequeno caso sério, em 06.04.21

Sabem aquelas 'ssoas muito parvas, que passam o tempo a magicar cenas para atormentar os outros? Essas mesmo.

200-1.gif

Conheço "uma"(😁) que colou uma moeda ao chão do sítio onde trabalhava e ficou à espreita a ver o que as pessoas faziam. Era ver as senhoras mais respeitáveis a escarafunchar o chão para descolar uma moeda de 1€.

Não satisfeita, de outra vez, atou um fio de pesca a uma nota de 5€, escondeu-se, e quando as colegas de trabalho se baixavam para a apanhar, pumba! Vá puxão no fio de pesca! Um pagode.

 

Ora acontece que, de vez em quando, essas 'ssoas, tantas fazem, que acabam por  provar do próprio veneno.  

Foi o que aconteceu ontem à tarde.

 

Imaginem que recebiam a seguinte imagem via whatsapp: 

20210402_094636.jpg

Qual era o vosso primeiro instinto? Exato. Tentar tirar dali aquele cabelinho sem sequer ler o que lá está escrito.

Foi o que eu fiz.

Agora imaginem que o vosso cabelo é loiro... e que têm uma colega a ver tudo e a gozar o prato. 

200.gif

 

Há gente muito parva, pois há? Também acho. 

csscissors.jpg

Tags:


foto do autor




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.