Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Conversas com gente miúda #17

por Pequeno caso sério, em 08.02.17

Contexto:

Projeto no âmbito da sexualidade aborda (em sessões anteriores) as doenças sexualmente transmissíveis com conteúdos adequados a crianças entre os 8 -12 anos.

Uma das mediadoras do projeto pede a colaboração dos miúdos para fazerem uma lista por forma a sistematizar o que aprenderam :

 

miúdo A- Hepatite B  ou  C !

mediadora- Correto.

miúdo B- Sida ou VIH ! (e explica o que é)

mediadora- muito bem ! Estou a ver que ainda se lembram de muita coisa desde a ultima sessão.

miúdo C- Sífilis!

mediadora- certíssimo !

(as opções começam a escassear e o silêncio instala-se na sala...até que...)

miúdo D- eu sei uma que ainda ninguém disse...

mediadora- ai sim? Então vá, partilha lá connosco...

miúdo D- Herpes GENIAL!

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda #15

por Pequeno caso sério, em 24.01.17

Família senta-se à mesa para jantar.

Miúdo (que frequenta o 1º ano) diz ao pai:

 

Miúdo-Pai, adoro moléculas!

Pai- Adoras o quê?

Miúdo- Adoro moléculas!

Pai- Moléculas?! Mas tu lá sabes o que são moléculas!!

Miúdo- Sei sim! Falámos lá na escola !

Pai (curioso)- Ai foi? Então explica lá o que são moléculas...

Miúdo- Então, moléculas são aqueles bicharocos que vivem no mar e que dão para comer como o polvo, o choco, a lula...

(trocar molusco por molécula parece-me bem. Só mesmo uma criança para  dar ao tradicional arroz de polvo toda uma  dimensão de cozinha de fusão.)

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda # 14

por Pequeno caso sério, em 07.11.16

Miúdo chega da escola .

Ele e a mãe conversam sobre o que se passou . 

 

mãe- Então filho, a escola hoje correu bem?

ele- Sim correu mas fizemos um trabalho de grupo. Não gostei nada!

mãe- Não? Porquê?

ele- Então porque fiquei no grupo de um miúdo chato.

mãe- Então mas vais ter de te habituar a trabalhar com todos porque quando fores mais velho vai acontecer o mesmo. Imagina lá que tens de trabalhar ao lado de uma pessoa de quem não gostas...

ele- Não trabalhava!

mãe- Ai não? Então eras despedido !

ele- Ai isso é que não era!

mãe- Ai eras , eras! Então o que é que dizias ao patrão?

ele- Não dizia nada porque o patrão era eu!

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda #13

por Pequeno caso sério, em 31.10.16

Festa de aniversário infantil. 

Sirvo bolo e sumo. Como há vários à escolha pergunto:

 

eu - queres coca-cola?

ele- Não. Não gosto de coca -cola.

eu- Como não gostas de coca -cola? Todos os miúdos gostam de coca-cola !

ele- Nem todos. Eu sou miúdo e não gosto .

eu- Então vais beber o quê?

ele- Vaice ti * . Prefiro beber  Vaice ti.*  Fresquinho .

 

 

 

Vaice ti = Ice tea.

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda # 12

por Pequeno caso sério, em 19.10.16

Projeto no âmbito da sexualidade, gestação e gravidez na adolescência tem como participantes miúdos com idades compreendidas entre os nove e os doze anos.

Depois de assistirem a um pequeno filme segue-se uma conversa. 

De facto, conversar com gente miúda é do melhor que há !

Sobre estas temáticas há a reter o seguinte :

 

- as senhoras têm umas coisas que se chamam trombas de falóbio ;

 

- os homens têm esprema que é composto por milhões de espermatozóides;

 

- o bebé , antes de ser bebé.  é apenas um engrião ;

 

- um bebé que nasce antes do tempo ou é um inter-bebé ou então um bebé primitivo;

 

- quem  não sabe isto tudo é porque lhe falta massa preta (no cérebro);

 

 

(e ainda, a cereja no topo do bolo)

 

 

- ter relações sexuais é como ir aos casinos só se pode  quando já se tem uma certa idade !

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

conversas com gente miúda # 11

por Pequeno caso sério, em 29.09.16

Conta uma amiga minha que tem uma prima cujo filho é um desenrascadão. Sempre foi dado a frases certeiras mas na altura do divórcio dos pais, estava refinadíssimo. 

Mãe (e filho)  fizeram uma visita  formal e obrigatória à advogada (que calculo  tenha sido uma grande estucha para o miúdo).

Conversaram sobre aspetos práticos do divórcio  e quando a advogada encerra a conversa, eis que o miúdo tem esta saída :

 

advogada- Pronto "João" , já acabámos. Então adeus! 

João-  Então adeus  e três peidos meus!

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda # 9

por Pequeno caso sério, em 27.05.16

Contexto:

Mãe ajuda filha com os trabalhos de casa do primeiro ano.

A criança tinha de fazer contagens regressivas partindo do 100.

Mãe faz vários cartões e mostra-os à filha . Eis o diálogo:

mãe (mostrando um cartão com o número 90)- Que número é este?

criança- noventa!

mãe- muito bem! Então e este ?(mostra um cartão com o número 80)

criança- Oitenta!

mãe- Linda menina.Então e este ?(mostra um cartão com o número 70)

criança- Setenta!

(a conversa vai-se repetindo com o 60, o 50 e  o 40 . A mãe saltou sem querer o 30  e apresenta-lhe um cartão com o número 20. Faz-lhe a mesma pergunta:)

mãe- Então e este minha querida, que número é este?

criança- Ah ...esse é muito fácil ! É o vinquenta

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda #8

por Pequeno caso sério, em 20.05.16

Contexto:

miúdo com 7 anos vai pela primeira vez à Catequese.

Quando a mãe o vai buscar, desenvolve-se a seguinte conversa:

 

mãe- Então filhote , gostaste da catequese?

filho- Mais ou menos...

mãe- Então não gostaste de ouvir o senhor padre falar?

filho- Sim .

mãe- Então afinal do que é que não gostaste?

filho- É que como ele nunca mais se calava, já não tivemos tempo de comer a moeda!

 

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda # 7

por Pequeno caso sério, em 07.05.16

A protagonista tinha três anos quando esta história aconteceu.

Num normalíssimo dia no infantário a Inês pediu à educadora para ir com ela à casa de banho. Eram os primeiros dias e, apesar de desenrascada, a Inês ainda estava muito contida e por isso queria que a educadora lhe fizesse companhia.

A educadora pediu-lhe para esperar um bocadinho que iam já

Na verdade o bocadinho demorou mais que o previsto e a educadora olhou de repente para a Inês e disse muito aflita:

-Ai Inês, desculpa querida!!! Anda lá à casa de banho meu amor.

A Inês olhou para ela e  disse  :

-Agóua ?!?  Agóua já num é pexijo !!! 

(escusado será dizer que a bela da Inês disse isto a rir, com ar de safada, enquanto levantava o bibe e ostentava uma merdalha nas calças!) 

 

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Conversas com gente miúda #6

por Pequeno caso sério, em 13.04.16

Sabemos como os miúdos são esponjas. A minha quando era pequenina, não fugiu à regra. Decorava falas inteirinhas dos desenhos animados que via até à exaustão e ,quando precisava, debitava-as.

Um belo dia, tinha ela três anitos (mais coisa menos coisa), andava encantada com o bacio em forma de urso . Vai daí , era vê-la a fazer chichi a toda a hora. Lembro-me que nos estávamos a preparar para sair e pergunto-lhe:

 

eu- Então, filha, já fizeste chichi?

ela -Já mãe. Mais um chichi perfeitamente executado!

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.