Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Respeito

por Pequeno caso sério, em 11.04.16

Deficiente- Que ou quem apresenta deformação física ou insuficiência de uma função física ou mental; que ou quem apresenta uma deficiência

 

Abomino, repito, abomino as pessoas que usam as "benesses" que os deficientes têm ao seu dispor, só porque não querem andar mais uns metros,porque estão à pressa ou ainda porque era só por um bocadinho. Temos pena, levantassem o cu mais cedo.

O facto de alguns gajos terem uma barriga tão grande que os impede de ver o júnior não quer dizerque estejam grávidos ok? Estão só.....gordos e por isso também não podem estacionar nos lugares azuis/amarelos.

 

Ora , esclarecidos que estamos, vamos a factos.

 

facto nº 1- 90% das pessoas que utilizam os espaços de estacionamento reservado aos deficientes, não o são. Fazem-no porque são umas bestas. E fazem-no sem qualquer pudor.

 

facto nº 2- 90% das pessoas que utilizam as casas de banho dos deficientes, fazem-no por comodismo e não por necessidade. A única exceção que consigo conceber para essa utilização é quando temos uma cólica daquelas mesmo beras a pontos de nos borrarmos todos em segundos e todas  as outras  casas de banho estão ocupadas. Aí,até a pegada ecológica agradece!

 

facto nº 3- 90% das pessoas utiliza as caixas de hipermercado designadas para o efeito e ainda ficam indignadas quando aparece uma grávida em fim de termo , um idoso ou um deficiente ao qual têm de ceder o lugar. Um pano encharcado nas trombas e era uma andada!

 

facto nº 4- 90% das pessoas escolhe o provador maior mesmo quando todos os outros estão desocupados.Os provadores de roupa não têm todos o mesmo tamanho por algum motivo. Se não for pedir muito, deviam pensar porquê. Ah espera lá, as bestas, não pensam.

 

facto nº5- 90% das pessoas já buzinou aos chamados "mata-velhos". Sabem que aquela merda só dá pouco mais de  50, certo? Não adianta buzinar. Ainda correm o risco de desorientar os idosos que os conduzem e haver um acidente. Aí , demorariam muito mais e teriam de gramar a bucha.

 

facto nº 6- 90% das pessoas quando têm à frente dois multibancos, um mais alto e outro mais baixo,escolhem o................................exato! Escolhem o mais baixo porque é mais maneirinho. O senhor de cadeira de rodas ,que entretanto chegou, que espere pois como não trabalha, tem tempo.

 

facto nº 7- 90% das pessoas não ajuda os idosos a atravessar a passadeira. Pior: quando estão a conduzir ainda metem a cabeça de fora da janela e gritam: "ó velha, vê lá se te despachas que não estás a passear na avenida ! " . Um dia, se Deus quiser, hão-de ser velhos e oxalá apanhem  os netos das velhas  ao volante!

 

 

É claro que também temos o reverso da medalha, ou seja , quando por exemplo uma grávida de 2 meses(!!!) exige que lhe seja dado o lugar na fila. 

Vamos lá por partes: em primeiro lugar , se têm uma barriga do tamanho de uma ervilha é normal que não se perceba que estão grávidas ok? Por outro lado há uma coisa chamada educação (não sei se já ouviram falar). Convém, de vez em quando , usá-la. 

 

Sinto-me à vontade para falar deste tema, dado que já passei por duas destas situações,uma tenho como certa e a outra não sei. A saber:

Já estive grávida e transportei um Allien que se revelou logo aos quatro meses, altura em que já não conseguia ver os pés;

 

Uso atualmente  muletas, não porque seja fashion mas porque tenho um pé partido e fico fodida quando quem me transporta tem de me deixar num sitio desadequado porque o lugar reservado para o efeito está ocupado. Invariavelmente por alguém que ia só ali. Eu que me foda e que cavalgue nas muletas mais 500 metros! (haviam de ter na cabeça as dores que eu tenho nas mãos!) Na boa. Os meus bíceps agradecem;

 

Tenho o maior respeito pelos idosos pois convivo com eles e as suas limitações nas sessões de fisioterapia. Sei que para lá caminho e acredito piamente na lei do retorno;

 

Não estou deficiente agora, mas daqui a nada não sei o que o destino me reserva.Portanto se isso acontecer, o mínimo que exijo à sociedade para a qual também já contribuí (e muito!)  é  RESPEITO!

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Imagem de perfil

De Melhor Amiga Procura-se a 11.04.2016 às 09:29

Muita gente esquece-se do que disse, "que não estão deficientes agora, mas daqui  a nada não sei o que o destino me reserva"... Pensa-se sempre que as coisas más só acontecem aos outros...
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 11.04.2016 às 10:17

Melhor amiga procura -se,
é bem verdade mas não, o azar não acontece só aos outros. Há que tratar os que nos merecem maior cuidado com respeito. Nunca se sabe o que estará ao virar da esquina.
Obrigada pela visita 
Imagem de perfil

De Pandora a 12.04.2016 às 01:04

Quando o egocentrismo ou a estupidez forem considerados deficiência, aí todos esses espécies que enumeras estarão aptos aos lugares reservados, à prioridade em filas, etc. 
Também quero acreditar na lei do retorno, mas enquanto ele não chega, essa malta continua a abusar e a gozar com a cara de quem respeita o direito dos outros.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.04.2016 às 08:40

Pandora, 
deixa-os gozar à vontade. A justiça pode tardar mas não falha. Lembra - te o que aconteceu à minha vizinha 
Imagem de perfil

De Pandora a 12.04.2016 às 09:05

Dedica uma música à tua vizinha. Assim, como não quer a coisa, põe a tocar alto e bom som:
Ponho o carro, tiro o carro, há hora que eu quiser
Que garagem apertadinha, (...)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.04.2016 às 10:00

Eh, pá que boa ideia !
Essa música parece que foi feita a pensar nela (menos a parte da doçura de mulher! )

Comentar post






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.