Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O meu filho é melhor 'có teu!

por Pequeno caso sério, em 12.10.16

A minha filha pratica um desporto .

Eu  passo horassssssss infindáveis com cu numa bancada de pedra a  dar à língua com as outras mães assistir aos treinos. Não percebo um caraças do desporto em si por isso não alvitro sobre o tema. Suspeito que grande parte das mães /pais que lá estão também não, embora achem que sim. Vai daí é vê-las a debitar postas de pescada para dentro do ringue, do género " Ó Cátia Vanessaaaaaaaaa...faz assim...agora faz assado...ó rapariga não é assim!!!  Atitude rapariga , 

A-T-I-T-U-D-E !!!" . Fosse eu o professor já tinha acabado com os treinadores de bancada. Mas não sou.

O meu papel está muito bem definido: levo, trago, pago as mensalidades, compro o material desportivo, assisto aos "espetáculos" e fim. Sem nunca me iludir que não é dali que vai sair o futuro dela e muito menos a minha reforma antecipada. Assim sendo, as conquistas que vai fazendo são comemoradas com moderação, no recato do lar e sem nenhuma exposição cibernética. Repito. Nenhuma. 

Digo isto porque não foram raras as vezes a que assisti a essa exposição quer em relação ao domínio desportivo , quer a conquistas feitas no domínio académico. 

Pergunto-me se essas mães/pais tiveram o cuidado de perguntar aos filhos se não se importavam de  ficar expostos com um fato de borboleta ou enquanto seguravam com um sorriso amarelo o diploma de mérito. Calculo que sei a resposta das miúdas. E as mães também. Deve ser por isso que não perguntam.

 

Outra coisa que me faz um bocadinho de confusão é a maneira perversa de como as mesmas mães/pais abdicam da sua própria vida social ou quiçá, do não menos importante, campeonato-de-zapping-para- adormecer- ao- fim -de -5- minutos- com- o- cu- no- sofá , em prol das 5674 atividades que os petizes têm agendadas para obviamente , postar mais tarde uma qualquer fotografia para o mundo saber que estiveram no sitio X com as pessoas Y e que são umas mães muito fixolas. Uma caturreira ! 

 

E ai de quem disser mal dos piquenos porque afinal de contas é bom que o mundo saiba que o meu filho é bem melhor 'có teu !

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


20 comentários

Imagem de perfil

De a mãe dos PP's a 12.10.2016 às 07:13

No nosso universo ( ser mães ) encontramos muitas coisas desse género. Basta colocar os garotos na escola e começa esse rol de " o meu é melhor que o teu ". Eu achava me uma mãe cheia re ricocós, mas descobri que não, assim que pus o meu mais velho no infantário. Bom dia para ti. Beijinhos.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.10.2016 às 18:54

Eu acho que a competição começa logo na maternidade quando achamos o nosso bebé bem mais giro que os outros. Depois disso é um rol de coisas absolutamente extraordinárias divididas por etapas. 
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 12.10.2016 às 07:53

E os miúdos podem ficar traumatizados. São incentivados sempre a serem vencedores, quando tal não acontece, pode ser um problema!
Beijinhos
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.10.2016 às 18:55

Tens toda a razão mas a frustração faz parte da vida e quanto mais cedo se habituaram a lidar com isso melhor.
Imagem de perfil

De Quarentona a 12.10.2016 às 08:11

Subscrevo inteiramente! Mas eu tive a sorte de, no clube anterior do puto, ter feito amizade com mães que são assim como tu e eu, ao ponto de, durante os treinos, irmos beber umas bjecas para a esplanada mais próxima até o treino acabar, era entregar os putos ao treinador e ala que se faz tarde :)))))
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.10.2016 às 18:58

Faço isso muitas vezes com a minha companheira de bancada. Vamos tomar café e explanar. Quando ela não vai aproveito para ir ao supermercado pois as merdas a que assisto às vezes dão  - me tanta vontade de rir que tenho medo de não me controlar.
Imagem de perfil

De Psicogata a 12.10.2016 às 10:10

Ainda bem que és mãe e podes falar disto sem levares com a resposta típica do costume!
Já eu teria tanto a falar sobre a falta de vida de algumas mães, mas depois levo com argumentos parvos e não me apetece.
Só uma perguntinha para essas mães e pais - Quando os filhos forem à vidinha deles o que é que vão fazer à vossa vidinha?

Pois... uns divorciam-se, outros infernizam a vida dos filhos, outros entram em depressão.

Deprimente é ver alguém viver em função de alguém! Até me arrepio.
Imagem de perfil

De Pandora a 12.10.2016 às 10:23

Concordo totalmente contigo. Até porque eu sei o que é ser uma filha sufocada pela mãe, como se a vida de mãe e filha fossem uma só. 
Ainda ontem aquela minha colega de trabalho falava de como é complicado ir buscar o mais novo para almoçar, porque só tem 45 minutos, e agora a mais velha na universidade, e vai buscar, mas ao fim da tarde ela tem de ir outra vez porque tem praxe, e vai levar, e anda nisto e mal come na hora de almoço, e ai que canseira... e no fim pergunto-lhe: olha lá, a tua filha tem quase 18 anos, não pode andar de autocarro? E o miúdo se só tem 45 minutos para almoçar porque não come na cantina da escola.
Fui esventrada com o olhar.
Enfim, cada vez me convenço mais que a maternidade não é para mim.
Imagem de perfil

De Psicogata a 12.10.2016 às 10:31

Enganaste-te se calhar a maternidade é para ti, não deveria ser é para a tua colega que está a sufocar os filhos e a torna-los uns incapazes.
Os pais têm de se convencer que os filhos não são a sua segunda oportunidade na vida, que não irão ser aquilo que eles desejaram ser e não conseguiram.
São outras pessoas com outros sonhos e outras ambições.
Têm também de perceber que embora sendo responsabilidade deles, os filhos não sua propriedade.
Acima de tudo têm de entender que por darem a vida a vida deles não acaba.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.10.2016 às 19:51

Essa tua colega tem um problema grave. Na mona.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.10.2016 às 19:00

Ai pois falo e ai de quem me disser que o que escrevi é mentira!
No dia que os filhos deixarem de querer a presença das mães é depressão certa. 
Imagem de perfil

De Psicogata a 12.10.2016 às 20:52

É que não tenho dúvidas! 
Imagem de perfil

De Pandora a 12.10.2016 às 10:26

Oh, com bebés então é o máximo. Uns começam a andar aos seis meses, já falam fluentemente aos 8 meses e com um ano de idade já devem ter a dentição completa.
Ouço com cada uma que fico a pensar que a gravidez tem um efeito secundário: priva o cerébro de funcionamento regular. 
Imagem de perfil

De Psicogata a 12.10.2016 às 10:32

Eu fui precoce quase em tudo, falei cedo, andei cedo, larguei as fraldas cedo, mas só tive dentes aos 15 meses, não imaginas os comentários que a minha teve de ouvir por causa disso!
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 12.10.2016 às 13:37

Irritam-me essas mães, e pais, que, lá das bancadas, mandam as suas postas de pescada para as filhas e os filhos fazerem o que elas não sabem, nem sequer as regras, quanto mais  como fazer.




Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.10.2016 às 19:01

É acima de tudo deprimente.
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 12.10.2016 às 19:44

Na maternidade como na vida, deve imperar o bom senso e o que para mim é correcto, pode estar errado para o vizinho do lado. Já ouvi muitas indirectas porque não passo 24 horas por dia a carpir mágoas, pelo facto da minha filha mais velha estar a viver no estrangeiro, como se isso me classificasse como mãe.
Essa minha filha praticou desporto de competição durante vários anos, por isso é muito melhor cá tua, óviste? Vê lá vê !! 😊
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 12.10.2016 às 19:50

Ai tu queres ver que vais levar na corneta ?! ' Qué lá essa merda , hum?! A minha filha é que é melhor ' cá tua!!!!




Manda essas putas todas que te criticam bardamerda. Aposto que estão a anos Luz daquilo que tu és como mãe!  
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 12.10.2016 às 22:36

Prefiro dizer que a minha filha, mesmo com saudade, está bem e feliz e eu também estou, porque isso, às invejosas de merda faz-lhes mal. Obrigada pela flor, gosto muito de flores.
(Cuidadinho com a corneta, que a minha toca mais alto 📣)   ;)

Comentar post






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.