Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Metrossexual: homem que se cuida ou...?

por Pequeno caso sério, em 28.09.16

Antes de começarmos há que esclarecer uma coisa :

tal como com todas  as parvoeiras que aqui já debitei , hoje  não é minha intenção ferir susceptibilidades de ninguém. Não há certos nem errados. Cada um é como é e eu vivo bem com isso. Ainda assim tenho opinião  e o que a seguir se passa é só isso mesmo: a minha opinião que , a propósito, vale o mesmo que o peido de uma puta.

Posto isto, avancemos.

 

 

Penso que para chamar a atenção de uma mulher  não é preciso muito:

um homem lavadinho, de cabelinho cortado , barbinha feita , cheirosinho q.b. e 'tá feito.

 

Dizem as moças de hoje que querem gozar a vida. Tenho cá para mim que não é nada disso. 

O que verdadeiramente se passa é que elas estão à rasca para arranjar um gajo que não seja metrossexual ou então rabeta.

 

Vamos por partes. 

 

O rabeta merece toda a minha consideração  porque não engana ninguém. Vive  a vidinha dele assumindo sem preconceito nenhum aquilo que é e , provavelmente,  precisou de um gigante par de bolas para o fazer. Tudo certo. A esses, as moças escolhem-nos para BFF's e vão juntos a tudo o que podem. Até à VFNO. 

Depois temos os outros :os metrossexuais.

Só a palavra confunde. Analisando-a friamente podia tratar-se de um metro (meio de transporte)  onde lá dentro seja sempre hora de ponta. Com tudo nu.

 

Ora parece que afinal o metrossexual é ,apenas e só, um gajo que se depila (sobrolhos incluídos); que exibe um cabelo milimetricamente arranjado ; que gasta rios de dinheiro em perfumes e cremes ;que vai ao ginásio com roupa a fazer pendant com os ténis ; que usa as calças apertadas na zona da tomatada com uma dobrinha na zona do tornozelo e um sapatinho sem meias. Cereja no topo do bolo? A pochete.

Também pode ser tudo o que já disse acima mas envergando um fato feito à medida e um bigodinho da moda com as pontinhas reviradas. Mas estes pertencem a outra categoria: os modern dandy.

Seja o primeiro exemplo, seja o segundo, uma coisa é certa : qualquer metrossexual leva mais tempo a despachar-se que uma mulher. E as mulheres não gostam disso. Podem até achar graça ao início mas logo logo as coisas vão azedar. Basta que percebam que a bancada da casa de banho é mais dele que sua.

Posto isto, moças  casadoiras do meu Portugal, têm duas opções:

Se encontrarem um gajo que se cuide q.b. mas sem paneleirices exageros, agarrem-no com unhas e dentes e sejam felizes.

Se não encontrarem o espécime acima descrito , lamento, mas o que vos espera é isto:

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


11 comentários

Imagem de perfil

De Quarentona a 28.09.2016 às 07:54

Um gajo que demore mais tempo do que eu a arranjar-se é que ocupe o armário da casa de banho com mais frascos e fresquinhos do que eu, também não é para mim.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.09.2016 às 21:53

Um gajo com muitos frascos dá que pensar. A não ser que sejam frascos cheios de €€€€€.
Imagem de perfil

De Psicogata a 28.09.2016 às 10:11


Um homem arranjado, elegante e vaidoso qb quer-se e recomenda-se, mas quando se cai em exageros, não há paciência.
Além disso nenhuma mulher quer um homem que não possa vestir e despir como lhe aprouver, há coisa mais interessante do que comprar roupa para o namorado/marido?
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.09.2016 às 21:54

Há pois ! Comprar roupas para nós próprias.  
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 28.09.2016 às 21:58

Ainda bem que no meu tempo - esta expressão faz-me sentir uma lady -  não havia homens a metro. 
Conheço alguns homens que depilam certas zonas do corpo por serem desportistas, o meu por vezes mete base na cara para disfarçar os pontos negros, alguns se dessem um arranjinho à monocelha, era um favor que faziam à humanidade, há cuidados que os homens têm que são aceitáveis e desejáveis, eu se fosse gajo acho que não tinha paciência para estar horas à espera que a madame pintasse as trombas, é tudo uma questão de bom senso. Fazem-me caspa os metrossexuais e as dondocas.


Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.09.2016 às 22:59

Ser gajo tem poucas coisas boas e uma delas é o facto de não terem de se depilar. Ora se um gajo tem a oportunidade de ter pelos nas pernas sem parecer mal, porque raio se há-de submeter a essa escravatura do demóine?
No meu tempo , um gajo que tivesse a ousadia de se depilar (e fiquemos só por depilar) estava bem tramado. 
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 29.09.2016 às 20:51

Eu não gosto de ver os enormes pêlos nos ouvidos e nas sobrancelhas.
Estes homens acham que é paneleirice cortá-los assim como usar um creme de rosto.
Raios partam.
Nem tanto ao mar nem tanto à terra.



Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 29.09.2016 às 21:24

No meio é que está a virtude mas a verdade é que há muito rabeta a viver na sombra da metrossexualidade.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 29.09.2016 às 21:47




Eu sei que há...convém-lhes

Comentar post






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.