Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lei do retorno

por Pequeno caso sério, em 25.01.18

Sempre procurei ser correta com os outros. Não porque espere o mesmo  de volta  (já desisti) mas porque sou mesmo assim. Já tentei ser uma cabra com requintes de filhaputice mas a coisa correu - me mal. Como não me é algo natural, inevitavelmente faço figuras tristes.  Nada de novo , é certo, mas uma 'ssoa chega a uma certa idade e tem de começar a pensar em dar - se ao respeito.(AHAHAHAHAH)

 

Sou daquelas pessoas que diz bom dia e olha para as pessoas enquanto o faz;

Digo se faz favor, obrigada e desculpa independentemente da pessoa ter 60 ou 5 anos;

Seguro nas portas para a pessoa entrar ou sair;

Se piso  o tarado do coelho sem querer peço-lhe desculpa;

Tenho pânico de alguma vez atropelar um animal e por isso conduzo mais devegar;

 

Este tipo de coisas. 

 

 

Penso sempre que não devo fazer aos outros aquilo que não queria que me fizessem .

Afinal de contas,é melhor prevenir...

2018-01-22 08.41.15.png

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Imagem de perfil

De Quarentona a 25.01.2018 às 07:54

É por isso que eu gosto de ti, sou igual! O que é uma merda, porque quanto mais envelheço, mais me apercebo que o mundo é dos filhos da puta! :((((
Imagem de perfil

De Psicogata a 25.01.2018 às 11:35

Junto-me ao clube.

E o que me irrita ser educada e simpática ao por exemplo segurar uma porta com um sorriso e receber umas trombas!?

Lei do retorno a única que conheço é a da gravidade, a gente atira qualquer coisa para o ar e volta a cair, até os balões de hélio acabam por cair.

Mas se nascemos e fomos educadas assim nada a fazer, seremos sempre assim, a vantagem? Estou convencida que as boas pessoas, mesmo que sofram, acabam sempre por serem mais felizes, mesmo que com pouco, ninguém que passa a vida de trombas pode ser feliz.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 25.01.2018 às 18:05

Verdade. Os filhos da puta safam -se sempre. Mas sabes uma coisa? Dormir com a consciência tranquila é uma coisa que não tem preço.
Imagem de perfil

De Happy a 25.01.2018 às 08:38

O que vale é que existem pessoas como tu, para equilibrar este mundo, que cada vez está mais desiquilibrado.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 25.01.2018 às 18:08

Mau.
Querem lá ver que agora ficam a pensar que sou um anjinho? Não sou. Consigo ser a pessoa mais fria e indiferente com quem me obriga a isso. É preciso muito, é certo, mas uma vez que atinjo esse ponto já não há volta a dar.
Imagem de perfil

De Paula Rocha a 25.01.2018 às 11:17

Afinal tens bom coração!!!!!!!!!!!!
Ate me sinto mal comparada contigo, ainda hoje fui ao centro de saúde levantar o P1 do meu pai, pois ele tem pouca mobilidade e a menina não me disse bom dia eu também não, mas isto tem dias eu não sou assim, uma vez "peguei-me" com uma senhora do porto de Leixões pois eu disse bom dia, ela entretida a conversar com um motorista nem chus nem mus, quando ela se dignou a vir ter comigo, eu disse bem alto BOM DIA, e ela comentou :
Olha ficou chateada por não dizer bom dia,
Bom a partir daí foi o bom e o bonito.
Desculpa o testamento
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 25.01.2018 às 18:16

Sou boa pessoa para quem merece.
Sou educada q.b. para toda a gente MAS se me fazem saltar a tampa, não há volta a dar. Transformo - me na cabra mais fria deste mundo. Não é algo de que me orgulhe mas não há nada a fazer, sou mesmo assim.

Quanto ao episódio que relataste, tenho um parecido:
uma vez fui a um organismo público. Cheguei lá e disse "bom dia".
Como estavam todas enfiadas no que tinham à frente , ninguém me respondeu.
Voltei a repetir , mas desta vez ainda mais alto "BOM DIA"!
Nada.
Passei - me dá marmita e quase instantaneamente saiu - me o seguinte:
"Eh pá! Todos ao mesmo tempo não! "

Resultado : gargalhada geral mas com um ar de quem tinha sido encavado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.01.2018 às 14:15

Gosto de dizer bom dia. Sabe bem ser bem educada e no meio das centenas de pessoas que nem nos ouvem - por vezes - há sempre alguém que vai apreciar, mesmo que não tenha oportunidade de te responder.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 25.01.2018 às 18:18

O mais triste disto tudo é que pequenos gestos tão banais sejam cada vez mais raros e quando há alguém que os tem é olhado como se fosse maluquinha.
Imagem de perfil

De Carlos a 25.01.2018 às 17:47

Gostei deste teu artigo, porque me sinto tal igual!
O bem acima de tudo, contudo nem sempre o retorno é o que espero, o que almejo! Por vezes sinto-me enganado nesta mania que me está intrínseca de fazer o bem sem olhar a quem...
Beijinho.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 25.01.2018 às 18:21

Lá está.
Eu já não espero nada de ninguém e por isso não me desiludo.
Não se trata de fazer o bem. São pequenos gestos que não custam nada,só isso.
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 25.01.2018 às 21:59

Tenho por lema fazer aos outros o que gosto que me façam e não fazer o que também não gosto para mim. Sou uma pessoa de sorriso fácil e gosto de ser atenciosa.
No trabalho faço atendimento público se não cumprimentam não abro a boca.
Quando me tiram do sério, já optei por ignorar, mas para o resto da vida.
Sem imagem de perfil

De Marta Moura a 29.01.2018 às 14:25

Também já passei por alguns dissabores à custa da falta de educação dos outros (irrita-me tanto) mas não consigo deixar de ser educada. É o mínimo que se pede a quem vive em sociedade.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 29.01.2018 às 22:18

É agir de acordo com a consciência sem esperar nada de volta.

Comentar post



foto do autor




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.