Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A língua inglesa, fica sempre bem

por Pequeno caso sério, em 17.02.17

Os azulejos (e as portas) das casas de banho públicas dão verdadeiras teses de mestrado ou então rigorosos objetos de estudo  do foro psiquiátrico.

É deveras reconfortante saber que não sou a única maluca que, enquanto espera que o tímido cagalhoto se digne a sair, aproveita para escrever (?) alguma coisa para ser lida por  desconhecidos . O cheiro deve ser parecido, só muda o..."azulejo".

Adiante.

O último que se cruzou com o meu olhar, no dia dos namorados(coincidências desta vida)  foi este :

2017-02-14 23.43.17.png

 

Ora , como esta cabecinha loira não pára, tive logo uma ideia brilhante: "Ah, 'tã lindo! Aposto que se fosse em Português não tinha a mesma graça..."

Se depressa pensei, mais depressa fiz. 

A coisa saiu-me 'tã bêm, mas 'tã bêm que decidi partilhar convosco. Entrem no espírito da coisa e leiam o que se segue com sotaque alentejano:

 

Mê amori agora

Quase que nã te vêjo

'Tou p'ra qui parado

Olhando este azulejo

 

Nesta retreti me sento

C'o mê coração aflito

Vim aqui p'ra cagari

Afinal, só dêi um pêdito.

 

 

Os Clã dizem  na música  Problema de Expressão  que 

a língua inglesa fica sempre bem

e nunca atraiçoa ninguém.

 

Eu acrescento :

o que é nacional é bom

e o alentejanês nunca sai do tom 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


21 comentários

Imagem de perfil

De Quarentona a 17.02.2017 às 07:41

Ahahahahahah :D Muito bom!!! :))))
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 17.02.2017 às 21:25

Estava inspirada.
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 17.02.2017 às 08:43

Ahahah, em alentejano tem outra classe!
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 17.02.2017 às 21:28

Sempre. O alentejano é coisa que se entranha numa ' ssoa e já não desgruda. Experimenta falar com um alentejano durante uma hora ou duas e vais ver que dás por ti a arrastar as palavras. 
Imagem de perfil

De Genny a 17.02.2017 às 09:05

Nada supera o alentejano 
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 17.02.2017 às 21:29

Os do Puerto também são muito bons e os amigos açorianos também .
Sou uma apaixonada por sotaques.
Imagem de perfil

De Psicogata a 17.02.2017 às 09:32


Só para te dizer que acordei com a neura, mas ao ler isto com sotaque claro, ela fugiu!
ahahahah
Muito bom!
Imagem de perfil

De Moralez a 17.02.2017 às 09:43

Muito bom bom dia e bom fim de semana
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 17.02.2017 às 21:32

Obrigada Moralez. 
Parece que consegui mandar a neura da tua mulher pastar . De nada. Sempre às ordens.
Imagem de perfil

De Moralez a 18.02.2017 às 10:29

Sim sem dúvida, tens de me dar um contacto directo para um SOS 
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 19.02.2017 às 20:55

É só encaminhá - la aqui para o meu antro de maluqueira. 
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.02.2017 às 21:27


Ahahah!
Muito mais belo em alentejanês.





Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 17.02.2017 às 21:33

Tamêim acho vezinhã !
Sem imagem de perfil

De Magui Ferreira a 18.02.2017 às 00:04

Deus te ajude, que cagar também custa, seja em alentejanês, japonês ou africanês :)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 18.02.2017 às 08:35

' Tão não custa! Dassssss. Uma ' ssoa às vezes parece que vai parir.


(ora aqui está um belo exemplo de uma conversa de merda)
Sem imagem de perfil

De fernanda ou maria...vá a 19.02.2017 às 20:36

Ahahahahahah! Tem jeito prá coisa sim senhora!Temos Camoesa (seria  este o feminino caso o homem tivesse sido uma mulher?)
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 19.02.2017 às 20:53

Sim...Camoesa seria uma opção embora "Camona" faça mais o meu estilo.

Comentar post






Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.