Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Vale de lençóis

por Pequeno caso sério, em 29.09.17

A ideia foi da "minha" Gaffe depois de um comentário que fiz num num post que ela escreveu sobre a maneira como deixa a cama.

Como levo muito a sério tudo o que esta Srª diz, segui o conselho e partilho convosco a minha saga diária no vale de lençois .

 

Sou uma ' ssoa coerente. Até quando durmo.
Estão a ver um casulo de bicho da seda que tem lá dentro a lagarta em processo de metamorfose? Pois bem. É o exemplo mais aproximado do que se passa na minha cama enquanto durmo. Só que o meu casulo não me deixa mais bonita no dia seguinte. Antes pelo contrário.

Eu ensino: 

1- dou voltas e mais voltas até que me viro de barriga para baixo que é a única posição que adormeço. 

2- começo a tecer o casulo com o lençol enrolado ao corpo , dando várias voltas na cama.

3- o processo fica concluído quando o marido fica sem nada com que se cobrir (e eu mumificada).

Agora imaginem o estado  deste cabelinho de manhã... 
Pois.

 

Só mais uma particularidade: nunca, repito, nunca durmo com os pés destapados. E não tem nada a ver com o frio.

Então porque é que o faço?

Nada de especial.

coisas minhas...

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma anedota por dia, não sabe o bem que lhe fazia #11

por Pequeno caso sério, em 28.09.17

Uma familia de algravios vai na rua quando o mais novo pergunta:

 

- ó mãe, qué um isete ?

- um isete?! olhã, nã sê...pergunta ó tê pai.

 

-ó pai , o qué um isete?

-um quê?! 

-um isete.

-olhã, nã sê... pergunta à tua irmã quela é que ãndou na escola.

 

-ó mana...

-qui é , pute parve?

-o qué um isete?

-dasss,cabrão do pute é même burre! 'Tão ,um e sete, sã oite , burre da merda !

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda bem...

por Pequeno caso sério, em 27.09.17

...que não somos desenhos animados. 

Imagino os problemas que a humanidade não teria se tudo o que pensamos pudesse ser lido naqueles balões de pensamentos que os bonecos têm.(no final do post vão perceber o que quero dizer com isto)

 

Todas nós já ouvimos que fulana só progrediu na carreira porque era bonita ou então porque passou demasiadas horas na horizontal. Ou de gatas. Ou até mesmo na vertical (ok...acho que já perceberam a ideia). Mas sempre com a(s) chefia(s).

 

O estereótipo da loira burra (obrigada Gabriel o Pensador... bates cá dentro) também é uma coisa que me tira do sério. Em primeiro lugar, porque tenho o cabelo pintado dessa cor e de burra não tenho nada. Em segundo lugar, porque conheço (muitas) morenas que deixaram a inteligência numa folha de couve. Veio um burro e comeu-a. 

 

Outra coisa que me põe fora de mim é que cargos de chefia não possam ser atribuídos a mulheres com o pretexto  de não conseguirem desempenhar bem o cargo porque são mães. Aparentemente um dos argumentos  é "Quando são mães as mulheres não conseguem fazer tudo bem feito. Há sempre alguma coisa que falha". (Dasssss! 'Ca nerves!!!)

 

O que eu gostava mesmo , mas mesmo, de saber era  o seguinte :

E se for um homem? Há (tantas) dúvidas?

 

Pois. Bem me parecia.

 

Sexismos à parte, juro que quando testemunho uma das situações que referi acima fico aquilo que me passa pela cabeça, nos tais balões de pensamento dos desenhos animados, é isto:

 

2017-09-15 00.12.43.png

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Calo do amor

por Pequeno caso sério, em 26.09.17

Não sei se já ouviram dizer que quando um homem começa a ficar com a barriga saliente, a mesma ganha outro nome. Não se chama, nem bocha nem badocha , nem pança. O que os gajos ostentam é o que eles chamam de calo do amor.

Ora as gajas, invejosas,  não gostam de perder nem a feijões,  lá arranjaram maneira de imitar os gajos.

Inspiraram - se nesta  grande tendência da estação  (re)inventada pela Gucci e que custa a módica quantia de 850€ :

images.jpeg

476434_DSVRT_6433_010_100_0000_Light-GG-Marmont-ma

Tão lindo pois é? Pois. A mim fazem - me lembrar os antigos revisores dos autocarros. 

 

'Tão e o que é que isto tem a ver ali com o início?  Tem tudo.

 

Pequeno caso sério não joga com o baralho todo MAS há gente com um baralho ainda mais pequeno. Observem só esta maravilha:

2017-09-24 20.49.12.png

2017-09-24 20.49.51.png

Agora só falta descobrir onde é que isto se vende...é que o Natal está à porta e acho que as minhas amigas iam adorar.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nós por cá #5

por Pequeno caso sério, em 25.09.17

Sou o cúmulo do azar. Não falo daqueles azares à séria mas sim daquelas coisinhas miúdas que mexem c'os 'nerves de qualquer um.

 

 

Estão a ver aquela 'ssoa que está na fila da pastelaria, à espera de ser atendida para comer o ultimo pastel de nata da vitrine, quase que lhe sente o gosto, saliva, e o cliente imediatamente antes o pede?

Ou 

aquela 'ssoa que dá mil voltas com o carro, finalmente arranja lugar para estacionar, faz uma data de manobras para não incomodar ninguém e quando chega, apesar de haver 345 carros estacionados,só ela é que   tem um cabrão qualquer estacionado mesmo atrás do seu carro?

Pois bem . Essa 'ssoa sou eu! Acham que estou a exagerar não é? Pois. Então deleitem-se com a ultima: 

 

Hipermercado estranhamente "vazio".

Charcutaria sem clientes mas em compensação,com uma funcionária que deve ser prima da Angela Merkel. Mas com buço. 

Pergunto ironicamente se tenho de tirar senha.

Responde-me que sim .

Fico fodida mas lá tiro a senha. Regras são regras e a gaja tem os genes da Merkel.

A Buçolina começa a carregar no botão das senhas. O marcador mostrava o 84. Eu era o 92. Repito, eu era a única cliente. A Buçolina grita enquanto carrega no botão:

85!

ti-ni-ni 

86!

ti-ni-ni

87!

ti-ni-ni

88!

ti-ni-ni

89!

ti-ni-ni

 

90!

ti-ni-ni

(aproximo-me do balcão com a senha na mão com ar de gozo)

91!

ti-ni-ni

(ponho o braço no balcão e tento  pousar a senha quando...

Aparece uma puta de uma velha vinda não sei de onde com a senha 91 !!!!

 

A velha pediu TUDO o que havia para pedir. Pediu tanta coisa que levei ali quase 15 minutos da minha vida.

Foda-se.

Logo naquele dia que deixei a arma em casa...

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Então Pequeno caso sério...

por Pequeno caso sério, em 22.09.17

...qual é o mood  para esta sexta-feira à noite? 

 

Copos?

 

Rambóia?

 

Tufa -tufa?

 

 

É.  Isso tudo...mas  em sonhos. 

tumblr_n2yvhkKOOR1s96utdo1_400.gif

 Estou P-O-D-R-E de cansaço. 

(mas segunda-feira volto fresquinha)

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ai que o meu emprego é uma bosta...

por Pequeno caso sério, em 21.09.17

Não é.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

Acredita.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

Há pior.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

Bem pior

 

 

2017-09-18 19.42.28.png

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Modas...ou labasquices?

por Pequeno caso sério, em 20.09.17

Inventam tudo.

Quando uma 'ssoa pensa que já viu tudo e que a parvoíce atingiu o auge, eis que há umas almas que passam o  tempo a inventar mais umas coisas completamente inúteis mas que vendem que nem pãezinhos quentes.

Já fui testemunha de várias modas :

 

-Ai o Aloe Vera que é tão bom!  (e bumba! Vá de comprar toda a merda que tivesse Aloe vera)

 

-Ai não! a Baba de Caracol é que é ! (e vá de besuntar as trombas com baba de caracol que não fazia rigorosamente nada!)

 

-Qual quê?! As máscaras faciais peeling é que são verdadeiramente espetaculares! ( e vá de colar autocolantes  nas fuças que, ao tirar, arrancavam a pele a uma 'ssoa! Resultado? Nenhum, pois claro!)

 

E podíamos estar nisto o dia todo.

Pois que agora alguém se lembrou de dizer que o carvão faz milagres a qualquer parte do corpo.

 

Há lá coisa 'mai linda ?

Ai há pois! 

Ó só 'pra isto:

2017-09-18 21.15.01.png

 

Diz que põe os dentes branquinhos, branquinhos. 

Pode até ser, mas a mim esta merda só me faz lembrar a minha boca quando como chocos com tinta.

 

 

Pá, se é para se besuntarem todas de preto,e aproveitando que falámos de choco, então façam a coisa como deve ser, em vez de andarem aí a fazer a coisa às mijinhas:

(imagem tirada daqui)

 

Vai uma aposta que se uma das bloggers da moda se lembrar de dizer que isto é que é, a moda pega?

 

 

Pequeno caso sério não gosta ficar de fora das grandes tendências. Pelo sim, pelo não,  já se  abasteceu:

 

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

A gaja e as revistas femininas

por Pequeno caso sério, em 19.09.17

A gaja compra revistas femininas desde os dezoito anos,  altura em que começou a ganhar o seu próprio dinheiro.

A gaja percebeu recentemente que se tivesse feito um mealheiro com o dinheiro que já gastou em revistas, teria com toda a certeza guita para fazer uma viagem a um dos destinos que conheceu enquanto desfolhava as ditas .

A gaja vê produtos que jamais conseguirá comprar e fica fodida .

A gaja vê as modelos altas e magras as putas ,com cabelos e  unhas sempre impecaveis  e fica ainda mais fodida.

A gaja descobre receitas xpto com ingredientes que nunca viu e continua a preferir alheira com ovo e batatas fritas.

A gaja descobre dicas para ser bem sucedida ao nível do tufa-tufa , do empreendedorismo , de como ser boa mãe em apenas 10 passos e testes para perceber se deve continuar casada ou se deve mandar o maridão às urtigas. 

 

A gaja diverte - se muito com tudo o que lê e , apesar de não aprender grande coisa, durante aquela meia hora que demora a despachar a revista para a  mesma pilha onde jazem as outras, esquece - se de todas as coisas sujas  que a rodeiam no mundo real.

A gaja conclui portanto que as revistas femininas se resumem a isto: 

2017-09-15 22.52.48.png

-Então se sabe disso tudo,porque é que a gaja continua a comprá-las ?

 

Simples.

Porque é gaja.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma anedota por dia, não sabe o bem que lhe fazia #10

por Pequeno caso sério, em 18.09.17

Deus depois de criar  Adão e Eva  disse-lhes:

- Tenho dois presentes  para distribuir por vós. Um é para fazer chichi de pé e para...

(Adão nem deixou Deus acabar e desata aos berros numa excitação que só visto):

-Eu quero! Eu quero! Eu quero! Dá -me esse presente! Por favooooooorrrr!

 

Tal era a ansiedade que Deus não teve outro remédio senão entregar a pila a Adão. 

Ele corria, saltava e não cabia em si de contente. Mijava em todo o lado, fazia repuxos com a pila e mandava potentes jatos de chichi contra tudo o que podia.

 

Deus e Eva observavam, incrédulos, tamanha excitação até que Eva pergunta a Deus:

-Qual era o segundo presente que tinhas para oferecer e que , por exclusão de partes, me calhou em sorte? 

- O cérebro, Eva, o cérebro! 

2017-09-16 17.35.05.jpg

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



foto do autor




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.