Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Senhores da Media Markt...

por Pequeno caso sério, em 29.04.16

...obrigada por me proporcionarem esta  conversa (com a minha filha de treze anos) ao chegarmos a casa e começarmos a abrir a correspondência:

 

ela- ó mãe , o que é uma coluna intravaginal?

eu (encaralhada)- o que é o quêêeee???

ela- uma coluna intravaginal, está aqui no folheto da Media Markt..

eu- ...não sei, deixa lá ver. Olha não sabia da existência de tal coisa . Uma coluna intravaginal ,pelos vistos, é um dispositivo para os bebés em gestação ouvirem música...

ela- Ah ok...Só não percebo uma coisa...

eu- o quê?

ela- o que é que faz aqui um vibrador ao lado de um frigorífico...isto não é uma loja que vende  elétrodomésticos?!

eu- .......................................... pois....

(nunca pensei ficar sem resposta por causa de um folheto da Media Markt . Reparem na subtileza  da imagem do vibrador...é quase maior do que o fígorífico! Esta malta da publicidade é danada!

Nova imagem (1).bmp

 

 

Uma coluna intravaginal... fiquei intrigada e tive de ir investigar a coisa.

Fiquei a saber que só pode ser utilizada a partir das 16 semanas de gravidez e apenas por vinte minutos de cada vez. Não é prejudicial para o bebé pois as vibrações que emite  são similares às dos brinquedos sexuais que são permitidos durante a gravidez. 

Mais. Fiquei também a saber que já há concertos realizados propositadamente para os fetos. WTF?!!!????????

 

 Deixo aqui duas questões que me parecem pertinentes:

 

1ª - Para que raio é que um bebé precisa de ouvir um concerto dentro do útero  da mãe? Não tem tempo de ir aos festivais de verão quando for adolescente?!

 

2ª- A mãe enfia uma cena na patareca que emite vibrações (similares às de um brinquedo sexual) durante vinte minutos...................................e querem mesmo que eu acredite que é para o bebé ouvir música?!!!  

'Tá bem 'Tá.  Me engana que eu gosto!

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ah e tal...

por Pequeno caso sério, em 28.04.16

...o gajo dos Maroon 5 não canta nada;

...e tem muitas tatuagens;

...e usa uns cortes de cabelo muito estranhos;

...e não é lá muito giro.

 

Só tenho uma coisa para vos dizer:

Calem-se suas zarolhas e ouçam isto!

 

 

Puro talento embrulhado num "pacote" muito interessante .

E ainda por cima também sabe tocar guitarra.

E é giro que se farta. Até a porra das tatuagens lhe ficam bem.

E tem um corpaço.

E tem  uma mulher linda essa grande porca (humfff) 

Gosto do gajo pronto ! Não se nota muito, pois não? ! ?

Adam filho, não te estragues . 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vizinhança

por Pequeno caso sério, em 26.04.16

Ora bem. O tema hoje é controverso pois há para todos os gostos.

A mim deve-me ter calhado o refugo dos vizinhos. Todos escolhidinhos a dedo! Penso que os meus não devem ser diferentes dos de muita gente mas como gosto tanto deles not resolvi dedicar-lhes tempo de antena. 

Quando mudamos para uma casa nova a vizinhança é quase como o casamento: primeiro é tudo muito lindo mas com o passar do tempo o verniz estala e a coisa dá-se. Vamos lá então analisar os tipos de vizinhança :

 

 A cusca

A cusca, como o próprio nome indica , dá fé de tudo. A que horas saímos, a que horas entramos, o que trazemos vestido ,de que loja são os sacos que trazemos, de que marca é a roupa que temos estendida etc etc etc. Tudo isto é feito com a maior descrição enquanto abre/fecha as persianas e/ou porta de casa ou então enquanto sacode os tapetes ou as migalhas que tem na toalha porque a cusca é uma gaja asseada.Só é pena que só seja asseada dentro da sua casa! Há lá coisa 'mai  linda do que passar na escada e ver os sapatos da família inteira à porta de casa? E os saquinhos do lixo? Ahhhh....o que eu deliro quando passo e vejo a merda dos sacos do lixo à porta da gaja!!! 

 

Às vezes a cusca coexiste na mesma pessoa com a invejosa de que já falei aqui.

 

A maluca 

A maluca  faz e diz coisas que ninguém percebe. Muitas vezes em voz alta no hall de entrada do prédio sem que esteja lá alguém para a ouvir. Bota discurso muitas vezes envergando trajes que oscilam entre o tailleur+ respetivo  salto de nove centímetros + óculos de sol  OU  robe + chenelo . Tudo isto enquanto vai despejar o lixo no contentor.

 

Os ermitas

Os ermitas são aqueles vizinhos que nunca vemos ou ouvimos pois já estão reformados  e passam os dias em casa. Só damos por eles quando abrem as persianas (que parecem metralhadoras), ou quando aspiram a casa às 8:00 da manhã; ou quando estendem a roupa e deslizam a corda fazendo chiar a  puta  da roldana com um barulho estridente que se propaga pelo prédio acima. Tirando isto, não damos por eles.

Outra vantagem de ter vizinhos ermitas é que fazem as mais diversas iguarias para o almoço /jantar cujo cheiro se entranha nas condutas e inevitavelmente vem parar à nossa casa . Há lá coisa melhor do que chegar a casa às dez da noite , meter a chave à porta e cheirar a choco assado?! Não há, não senhor!!!

 

A socialona

A socialona é desocupada por natureza pois isto de dar conta da vida de toda a gente do bairro é coisa que cansa muito.

Este tipo de vizinha é do mais perigoso que pode existir pois engana-nos bem. Mostra-se muito prestável, sempre com um  sorriso e , quase sem darmos por isso, lá vai sacando umas coisas. O problema é que faz o mesmo com toda a gente do prédio. 

Normalmente este tipo de vizinha sofre de um problema : o sindrome da surdez seletiva. Quem padece desta doença não ouve a porta da sua própria casa a bater às duas da manhã mas consegue ouvir a vossa filha a brincar dois andares acima às três da tarde!

A socialona também é tronga para se apessoar das vossas molas da roupa quando a mesma cai (por causa do vento) no seu terraço. Coloca a roupa no vão da escada (para toda a gente ver) mas das molas , nem sinal. Há ventanias muito estranhas não há?! 

 

Os ursos

Esta espécie de vizinhos é constituida por uma família de quatro elementos: o pai urso; a ursolina mãe; a ursa filha (adolescente) e a ursa pequena. 

O pai urso trabalha por turnos e dá-se logo pela sua presença/ausência pois decide ouvir música de mil nove e troca o passo em altos berros quando para aí está virado. Tem dias que grita muito com a ursolina que por sua vez também grita com as filhas. É um mimo ouvi-la "ajudar " a ursinha pequena com os trabalhos de casa! Mas não pensem que são só coisas más, não senhor. Quando decidem jogar "Wii" em família é um festival!

A família dos ursos sai cedo de casa e o prédio todo dá conta disso tal é a subtileza com que descem as escadas.

 

Mais havia para dizer mas penso que ficaram com um bom panorama.

No meio de tudo isto aprendi que para ter boa vizinhança, o melhor é dizer apenas  "bom dia" e "boa noite" a toda a gente e com essa atitude passar por snob, o que convenhamos,também dava um bom tipo de vizinho para análise , não dava?

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Liberdade

por Pequeno caso sério, em 25.04.16

A propósito do dia de hoje apraz - me mandar uns bitaites sobre o tema. 

Parece - me que algumas pessoas ainda não perceberam bem o conceito da coisa.

 A Liberdade pode assumir muitas formas, é um facto, mas em todas elas , o respeito pelo outro devia estar bem presente. É às  vezes não  está. 

Acho graça ao pessoal que passa a vida a reclamar das tomadas de decisão do governo quando no dia das eleições fica em casa com o cú no sofá. Ou vai à praia. Ou à  bola. Têm  a liberdade de o fazer mas têm também o dever de ficarem caladinhos na hora que as coisas começarem a correr mal.

Acho também muita graça às pessoas que sob o chavão de serem muito frontais dizem o que lhes passa pela mona sem quaisquer filtros e depois ficam  fodidas chocadas quando recebem uma resposta no mesmo tom.

Acho ainda mais graça quando as pessoas que frequentam blogs , escrevem alarvidades como algumas que por aí já li noutros cantinhos . Aposto que só o fazem pois acham que estão no anonimato. Meus amigos , na Internet  não há anonimato. Basta entregar a coisa a quem percebe do assunto e num instantinho têm a careca a descoberto. Portanto vamos lá a ter juizinho e ser crescidos .

Aqui na minha barraca tenho a liberdade de escrever sobre o que eu quiser. Vocês têm a liberdade de opinar com juizinho ou então de clicar ali na cruzinha do lado direito. Só  isso .

Achei importante deixar este alerta pois não quero que este espaço fique parecido com um cenário de guerra.

Aqui só há espaço para a ramboia e o regabofe e  ' mai  nada! 

Vá,  agora que já disse tudo vou ali apanhar Sol. Com um bocadinho de sorte levo com um matarruano com uma coluna ligada ao telemóvel que dá som para a praia inteira. É que a liberdade também tem destas coisas! 

200w.gif

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Origem das Visitas (últimos 2 meses)

por Pequeno caso sério, em 24.04.16
  1. sapo.pt - 330
  2. naocompreendoasmulheres.blogspot.pt - 195
  3. blogs.sapo.pt - 168
  4. google.pt - 111
  5. mariadaspalavras.com - 66
  6. duvidascor-de-rosa.blogs.sapo.pt - 64
  7. naocompreendoasmulheres.blogspot.com.es - 23
  8. pipocomaissalgado.blogspot.pt - 20
  9. naocompreendoasmulheres.blogspot.nl - 17
  10. frame.bloglovin.com - 14
  11. esteblogtemdias.blogspot.pt - 12
  12. saracasticamente.blogs.sapo.pt - 10
  13. apipocamaisdoce.sapo.pt - 8
  14. estupidoaluga-se.blogs.sapo.pt - 8

 

 

 

(E o que eu gosto quando boto faladura noutros blogs e fingem que nunca me "viram " antes...hum, num. Sim senhor. Parecem aqueles putos que pertencem aos populares da escola e que repararam no aluno novo que chegou e que até tem a sua graça mas não conhece ninguém e como tal não lhe vamos dizer que é engraçado (ou que não vale um peido de uma puta) sob pena de nos caírem os parentes na lama.

Deixem lá. Continuem a cá vir mesmo "incógnitos "que eu não me ralo nadinha !

Vá, agora vão lá  ver o resto da novela  sossegados que hoje já não escrevo mais nada. Amanhã  logo se vê. 

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Podia ser um coração ...

por Pequeno caso sério, em 24.04.16

...mas são apenas as visualizações aqui da barraca desde o seu início  (há dois meses).

Concluo portanto que este cantinho está de boa saúde . Obrigadinha !

Screenshot_2016-04-24-22-23-17.png

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Termos de Pesquisa (visualizações últimos 2 meses)

por Pequeno caso sério, em 24.04.16

(Não sei se ria, se chore...)

 

 

  1. pequeno caso serio - 2
  2. gaja - 1
  3. gajas - 1
  4. praia - 1
  5. revolta - 1

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

A unhaca do mindinho do macho

por Pequeno caso sério, em 22.04.16

Sou uma 'ssoa que vive apoquentada com muitas coisas. Isso é mau porque depois não durmo enquanto não as vomito e tenho de vir para aqui debitar faladura.

O tema de hoje é  algo que faz crescer em mim uma coisa que não sei bem explicar. Fica ali entre o espanto e o nojo.Falo-vos da célebre unhaca do dedo mindinho.

Sempre que me lembro deste tema recuo até mil nove e troca o passo quando fui a Paços  de Ferreira comprar os moveis para a minha primeira casa. Quis o destino que me cruzasse com um agente da autoridade digno de uma caricatura:

baixinho, gordinho, dono de uma bigodaça farfalhuda com as pontas reviradas para cima, cachucho com a bandeira de Portugal no dedo mindinho da mão esquerda e no dedo mindinho da mão direita uma unhaca de fazer inveja a muita extensão que aí anda. 

Ora ao deparar-me com isto, pus-me a pensar para que é que aquela porra serviria.

Cheguei a algumas conclusões e, durante os anos seguintes , tive oportunidade de confirmar algumas delas dado que, sempre que encontrei algum espécimen deste calibre, procurei respostas para as minhas inquietações.

 

Aviso já que o que se segue não é bonito. Por isso, se não tiverem estômago forte desistam já. 

Ainda aí estão?! Suas grandes  malucas................depois não digam que não avisei!

 

Ora bem, a unhaca tem várias finalidades dependendo de quem a possua. Contudo, há utilizações que são transversais a qualquer personagem e é dessas que vou falar. A saber:

 

1º- a unhaca serve para coçar a cabeça.  Até aqui tudo normal.

Só que o dono da unhaca depois de coçar a cabeça retira o que foi arrastado pela unhaca do couro cabeludo, examina cuidadosamente e sacode-a com firmeza com o auxílio de outro dedo, como se dissesse pffffff que nojo como é que isto veio aqui parar?!. Esqueci-me de referir que entre o examinar do produto e o jogar fora , às vezes o dono da unhaca , também cheira o que lá está.

 

2º- a unhaca entra no ouvido e chega até ao tímpano. O dono da unhaca agita-a energicamente, para cima e para baixo, quase sempre de boca aberta e a fechar/piscar um olho. Depois, retira todo um cerume das profundezas dos canais auditivos e repete o processo que faz quando coça a cabeça .

 

3º- a unhaca dá muito jeito para limpar as fossas nasais embora aqui a força aplicada seja bem menor.

 

4º- a unhaca é o acessório perfeito para palitar os dentes a seguir a ter comido uma bacalhoada. Depois de retirados as lascas presas nos dentes  o dono da unhaca limpa-a  ao guardanapo. complementando o gesto com aquele barulho bem alto e característico de quem está a verificar com a língua se o espacinho ficou mesmo bem limpo.

 

5º- a unhaca serve para coçar os tomates . Esta ação é praticada sem dó nem piedade na presença seja de quem for. Giro giro é vê-los a seguir a isto a cumprimentarem-se com um aperto de mão daqueles bem vigorosos. À macho!

 

6º- a unhaca serve para coçar o cú quando ninguém está a ver. Invariavelmente. há sempre alguém que vê!

 

7º- a unhaca serve para limpar as cagaitas que as meias deixam nas unhas dos dedos dos pés.Escusado será dizer que se repetem alguns dos procedimentos descritos acima. Não vou dizer quais porque eu própria já estou a ficar nauseada só de imaginar...posso-vos garantir que é uma imagem do demo

 

 

Por ultimo, e como não quero que saiam daqui de mãos a abanar, descobri que não sou a única demente a pensar nestas coisas. Vai daí que alguém se lembrou de investigar de onde veio esta moda.

Há quem diga que nasceu no tempo das cortes onde tudo era sussurrado (porque era chique) e a unhaca servia para bater suavemente nas portas emitindo apenas um chique tic- tic-tic em vez do abrutalhado truz-truz-truz. Tenho para mim que o tempo das cortes foi profícuo em panisguice : cabeleiras compridas; gestos delicados; gajos de collants e unhacas ...hum , hum...tá explicado!

Há também quem diga que a unhaca teve origem nos alfaiates que a usavam para marcar/vincar os tecidos. Lá está a panisguice outra vez: gajos a costurar roupa para outros gajos e a vincá-la com a unhaca. Sim senhor .  É de macho!

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Maternidade

por Pequeno caso sério, em 21.04.16

Recebi a notícia com um misto de alegria  e medo.

Como não podia deixar de ser, soube que ia ser mãe de uma forma pouco comum.

Sabia que tinha andado no tufa-tufa sem qualquer tipo de cuidado e que portanto havia essa possibilidade. Era uma gravidez planeada e desejada mas nunca pensei ter a sorte de engravidar rapidamente.

Entrei na farmácia para recolher o resultado do teste . Vejo o farmacêutico com um olhar malandreco a rir-se . Perguntou-me em voz alta :

 

ele- Então diga-me lá, quer estar grávida ou não quer?

eu- Parece-me que isso agora já não faria grande diferença pois não?

ele- Pois...bem visto! Mas já vi pela sua cara que quer!

eu- E eu já percebi pela sua que estou!

ele- Parabénnnnnnnnnssssss!

 A farmácia inteira ficou a saber. Nem me ralei com isso. Senti-me  um bocadinho acagaçada.

Lembro-me de no caminho para casa pensar e agora?

 

E agora minha menina, agora vais ver as mamas a duplicar; os pés e mãos  a   inchar; deixar de usar anéis; ver o cabelo a enfraquecer;usar roupas lindas de morrer; lingerie do mais sexy que possas imaginar com sapatos a condizer.

Vais querer dormir e não conseguir porque tens sempre um allien a mexer dentro de ti.

Vais ter sono  e apetites gastronómicos nas horas mais impróprias .

Vais deixar de ver a patareca e os pés durante muito tempo.

Vais não saber o que é ter o período durante nove meses !(Yessssssssssss!)

Vais aprender que existem mamilos de silicone e discos de algodão que absorvem o leite que PINGA das mamas; tetinas especiais para não haver refluxo; bombas de puxar o leite (qual vaca na ordenha); 2457 marcas de leite em pó; 6734 marcas de papas; cremes para pele atópica e cintas de compressão que ajudam a barriga a voltar ao lugar.

Vais passar os dias a desejar que tudo isto acabe depressa.

Mais tarde, vais   olhar para a tua filha e perguntar-te como é que conseguiste fazer uma coisa tão perfeita.

Vais saber o significado de amares alguém mais do que a ti próprio.

Vais ser feliz como nunca foste .

Vais sentir um orgulho tremendo por cada conquista que ela faça.

Vais rever-te no seu crescimento e dizer-lhe coisas que ouvias da tua mãe .

Vais ,de vez em quando, transformar - te numa histérica e perder o discernimento só para não lhe chegares a roupa ao pêlo. 

Vais ganhar uma amiga para a vida.

Vais,finalmente, compreender o verdadeiro significado da expressão para sempre.

Porque ser mãe é  isto tudo mais outras coisas que ainda não consigo expressar por palavras. E sim. Vale mesmo a pena.

 

 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Post de merda

por Pequeno caso sério, em 20.04.16

Todos nós gastamos boa parte da nossa vida na casa de banho  e eu não sou exceção. Dos meus tempos de estudante ficou-me uma frase (proferida pelo meu professor de relações públicas) de  uma profundidade e sapiência que me ficou para a vida. Dizia ele que "cagar quer descanso". Segui o conselho que o homem deu à risca desde então e , à conta disso, já tive grandes ideias na casa de banho mas também já lá  tive ideias de merda.

Um dia destes, quando acabei de fazer o que só lá posso fazer, joguei a mão àquele que penso ser um dos mais úteis e negligenciados objetos do  dia a dia : o papel higiénico!

Sou  picuinhas com o papel higiénico . Não sou 'ssoa de limpar a minha fábrica de fazer cocó a um papel qualquer. Ah pois não sou! 

Vai daí, pus-me a pensar na importância deste objeto que ocupa corredores inteirinhos de hipermercados tal é a variedade existente .

Há para todos os gostos e achei que estava na altura de alguém falar sobre as características de cada um de maneira a que ,da próxima vez que o forem comprar, possam fazer uma escolha fundamentada.

Há ainda um ponto prévio nesta análise. O papel higiénico é talvez dos únicos produtos verdadeiramente honestos e que não enganam o consumidor, ou seja, se dizem folha simples é mesmo simples. Se dizem perfumados podem contar com isso.

Comecemos pelo básico: o papel de folha simples. Como o próprio nome indica a folha simples é isso mesmo, simples. Se estamos a falar de uma coisa que vai limpar cocó, é capaz de não ser boa ideia sob pena de facilmente furarem a folha com um dedo /unha e o resultado ser uma grande merda.Literalmente.

Passemos ao papel de folha dupla. Um bocadinho melhor que o anterior mas ainda assim, fraquinho.

Seguidamente temos o de folha tripla. Três folhas que muitas vezes não fazem uma. Mas se tiverem dúvidas podem entreter-se a soprar um quadradinho para ver se tem mesmo três folhas. Eu já fiz isso. E sim , tinha mesmo.(Eu avisei que passava muito tempo na casa de banho).

A partir daqui entramos na liga Europa do papel higiénico: O  de quatro folhas; o acolchoado , o premium ;o perfumado e o humedecido. 

O de quatro folhas é o meu preferido. É fofinho , cumpre bem a sua função e desaparece das nossas vidas com um clique de autoclismo. 

Depois vem o acolchoado. Não percebo a necessidade. Acolchoado para quê?! Não vamos fazer Sku  para a serra da Estrela. Só vamos limpar o cú, certo?! 

A seguir temos o premium. Premium????!!! Mas Premium de quê?! Vamos atribuir distinção ao cagalhão 'mai lindo  e por isso temos de o enrolar numa faixa de papel premium , qual miss universo ,é? Paneleirices pá! 

Seguidamente vem o rabeta dos papéis higiénicos: o perfumado! Mas perfumado para quê senhores?! Se a merda já cheira mal, para quê juntar-lhe mais um cheiro a rosas defuntas, hã? 

Por ultimo vem a pior invenção de todos os tempos: o papel humedecido. Na prática são toalhitas de bebé mas com outras embalagens e que "supostamente" se podem deitar na sanita. Caiam nessa caiam e vão ver o que é toda a merda que fizeram, vir ao de cima. Literalmente.

.

.

.

.

.

.

A esta hora estão vocês a dizer "olha, a gaja tem a mania que sabe tudo e esqueceu-se de falar no papel reciclado".

Não, não me esqueci. Então se eu disse que era picuinhas com a escolha do papel higiénico, acham mesmo que eu sequer equacionei usar um papel  que é a puta de estrada  dos papeis higiénicos? Não acreditam? Então pensem lá comigo: tem uma cor estranha; é rasca; arranha e já andou sabe-se lá onde.

Tenho ou não tenho razão?! 

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/5



foto do autor




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.