Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A vingança é...

por Pequeno caso sério, em 02.12.16

...um prato que se come frio!

Muuuuuuiuahahhahahhaaah...

20161202_190617.jpg

 

E o bem que isto me soube?!

Se ainda  tinham  dúvidas  sobre a minha sanidade mental ,espero tê - las esclarecido.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Finesse , classe , subtileza e glamour

por Pequeno caso sério, em 01.12.16

Hora de almoço.

Como o sitio do costume já começa a enjoar estava cheio, resolvemos experimentar outro sítio igualmente em conta. (esta merda de ter de comer em sítios em conta é deprimente mas funciona quase como uma vacina : prepara o organismo para que, em caso de infecção  o sistema de defesa possa agir rapidamente. )

Ora pois que a decoração da coisa ficava ali entre a tasca e a taberna mas o atendimento foi rápido, a comidinha estava como a da avó e portanto batia tudo certo.

Eis que ,de repente, começo a ouvir um barulho:

Tic...

Tic...

Tic...

Aquilo despertou a minha atenção.

Comentei com as minhas amigas:

eu- estão a ouvir ?

elas- a ouvir? O quê?

eu- este barulho...

elas- qual barulho? não ouvimos nada...

eu- olha...lá está outra vez...

Tic

Tic

Tic

elas- ó pá come mas é !

 

Aquela merda estava já a enervar-me.

Claro que só sosseguei depois de perceber o que estava a acontecer.

Como estava de frente para o balcão consegui perceber que todo aquele fernesim se devia nada mais , nada menos , ao dono do estabelecimento que , na ausência de clientela, aproveitou para fazer isto :

 

Ahhhhhhhh.

 

A finesse.

 

A classe.

 

A subtileza.

 

O glamour.

 

E continuar a comer depois disto? Pois. Mas comi. E agora que penso nisso...

 

 

 

 

 

 Perceberam agora a cena da vacina?  

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma anedota por dia, não sabe o bem que lhe fazia!

por Pequeno caso sério, em 30.11.16

Era uma vez uma gaja boa.

A gaja era tão boa mas tão boa que os gajos assim que a conheciam só queriam tufa-tufa.

Farta que a julgassem apenas pela aparência,e de ter quecas muito más, decide colocar um anúncio no jornal.

O anúncio dizia:

Rapariga procura rapaz para relacionamento sério. O candidato tem de ser atencioso, meigo, gostar de conversar e passear. Terá ainda de ser competente na cama.Os interessados devem dirigir-se à rua das Papoilas número 123 ,

9º esquerdo.

 

Choveram candidaturas. Apareceu de tudo : altos, magros ,novos, velhos, ricos, pobres...enfim. Um verdadeiro fartote. Nada que verdadeiramente despertasse o interesse da gaja boa.

Um dia, tocam à campainha :

ela-quem é?

ele- bom dia minha senhora. O meu nome é Zé e estou aqui por causa do anúncio.

ela-pode subir.

ele- se não se importasse ,gostaria que fosse a senhora a descer.

ela- então porquê?

ele- gostava de a levar a tomar um café.

ela - muito bem. Desço já

 

A gaja boa lá desceu  e quando chegou à porta do prédio deparou-se com um individuo numa cadeira de rodas.

ele- muito boa tarde. Vamos?

ela- o senhor desculpe...não me vai levar  a mal mas eu no anúncio pedia alguém que fosse atencioso, meigo, gostasse de conversar e passear. Pelo pouco que falei consigo não duvido que não tenha todas essas qualidades. Mas eu também me lembro de referir que queria alguém que fosse competente na cama. Dado que o senhor se encontra nessa condição física, não consigo ver de que forma é que preencherá esse requisito  fundamental ...

 

Nessa altura ele pede à gaja boa para se baixar de forma a que o ouvido dela ficasse perto da boca dele e segreda-lhe com um ar maroto:

 

ele- ó minha senhora... olhe lá bem para mim...com os braços nesta miséria , com as pernas a meio gás...como é que a senhora acha que toquei à campainha?!!

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ora dizei-me cá...

por Pequeno caso sério, em 29.11.16

.......o que é pior ?

 

a) entalar o dedo numa gaveta ,não conseguirem dizer uns palavrões daqueles bem cabeludos que aliviam porque têm plateia a assistir?

 

b) estar aflitinha para fazer chichi, entrar no WC a 200km/h , despir as cuecas à velocidade da luz e arrancar um  pêlo púbico que vem agarrado ao penso higiénico?

 

c) ter uma pele , que quase nem se vê, ali no dedo mindinho , ir lá com os dentes , arrancá-la, e sair um bife do lombo?

 

d) sentir que vão dar um espirro daqueles- que -traz- brinde e o pacote dos lenços estar vazio?

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

you name it

por Pequeno caso sério, em 28.11.16

Black friday .

Cyber monday.

 

Paneleirices .

 

 

O que eu gosto mesmo é da doing nothing  thursday. E vamos ter duas. Seguidinhas. Oh yeahhhhh.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ideia de génio

por Pequeno caso sério, em 25.11.16

No outro dia aconteceu um episódio  que deu origem a uma ideia de génio.

Estávamos na hora de almoço a tomar o habitual café na esplanada.

Uma de nós usa as calças de ganga mais curtas do que é normal ( um pouquinho acima do tornozelo, nada de exageros).

Confessou-nos que, entre depilações na esteticista, faz a depilação em casa apenas até essa zona da perna ou seja, só depila o pedacinho antes do tornozelo de maneira a que não se vejam pêlos quando cruza a perna. Todo o resto da perna fica coberta de pelanga até chegar o dia da marcação na esteticista.

Tudo bem. Entendo-a dado que está um frio do caneco e , parecendo que não, os leggings pilosos  acabam por aquecer uma 'ssoa.

Ora o que é que essa minha amiga, num belo dia desta semana,  se lembrou de fazer....? Levar calças com rasgões. Vários rasgões. Maneiras que estávamos a lagartar à hora do almoço quando o Sol lhe começou a bater  nas pernas e eu , que não bato bem, dou com esta cena : 

Todos os rasgões das calças deixavam sair os pêlos que ela não tirou . Uma coisa muito discreta , é certo, mas eu, como  ando sempre à cata de coisas para me rir , aproveitei  a cena para fazer disso galhofa :

 

eu- olha lá pá, gosto das tuas calças.

ela- obrigada, mas já não são novas.

eu- eu sei. Só lamento uma coisa...

ela- o quê?

eu- os rasgões.

ela- o que têm de mal? agora usa-se!

eu- eu sei. Mas já agora fazias  também a pelanga nessas zonas...é que tens pêlos a sair dos  buracos! 

(gargalhada geral....durante vários minutos a pontos de uma de nós quase ficar sem ar de tanto rir)

ela- ó pá, tu também... Mesmo parva pá...só tu para reparares numa merda dessas! O que é que queres...não tenho depilação marcada tão cedo...e não me está nada a apetecer fazer em casa...

eu- tenho uma ideia.

ela- medo! Mas diz lá...já agora...

eu- pegas numa esferográfica e marcas nas pernas todos os sítios onde tens os rasgões ...depois despes as calças e tiras só os pêlos nesses sítios!  Problema resolvido!

(nova gargalhada geral....durante vários minutos a pontos de chorarmos  a rir)

 

Acrescento que nenhuma de nós a viu despida...mas se só de pensar na figura, quase tivémos de ser rebocadas da esplanada para voltar ao trabalho.

Agora perguntem-me lá , se eu não podia ter visto aquilo e ter ficado calada.

Poder, podia. Mas não era a mesma coisa.

(estas gargalhadas não têm preço e fazem mais por nós do que qualquer antidepressivo. )

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Balança...e cocó

por Pequeno caso sério, em 24.11.16

Hoje vamos falar dessa grande cabra amiga de todas as mulheres , a balança.

Pois que a nossa relação não é pacífica.

Normalmente a balança habita na casa de banho  debaixo de um móvel ou entalada entre dois.

E isto para quê? Para fingirmos que não a vemos, para que não nos diga o que não queremos ver mas que no fundo já sabemos muitíssimo bem.

Ora, na tentativa de melhorar essa relação eis que "descobri" uma balança verdadeiramente espetacular.

Trata-se de uma balança que conta o peso que uma 'ssoa perde enquanto faz o quê? Enquanto caga  evacua, pois claro.

À medida que os cagalhões pedaços de matéria fecal vão saindo, a dita balancinha que sustem a nossa fábrica de fazer cocó, vai contabilizando o peso que perdemos a cada torpedo  cocó que sai.

Não é verdadeiramente espetacular? É pois!

É ou não é bom sabermos que não estamos gordas e que afinal estamos só atulhadas em merda   de cocó? 

Vá. Agora ide à procura da dita balancinha. Evacuai com calma e dedicação e amanhã vinde cá dizer-me quantos quilos emagreceram. Suas cagonas!

2016-11-22 23.19.33.png

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fugem, fugem qu'eles andem aí !!

por Pequeno caso sério, em 23.11.16

Ora 'atão parece que há uma alminha iluminada que descobriu que os extraterrestres usam o nosso planeta como....

a) base para experiências onde se sugam uns aviões e uns navios?

b) sitío bom para raptar 'ssoas  e fazer experiências com elas?

c) supermercado?

 

Se apostaram na resposta C) acabaram de ganhar uma magnífica alheira de Mirandela !

 

E agora perguntam:

"'Atão mas 'atão 'qué  'quesses gajos vêm cá buscar?

Vinho?

Chouriças?

Queijo da serra?

Pão alentejano? "

 

Não senhor. Nada disso. Com dezenas de coisas boas para comer os gajos vêm cá roubar água !  Água senhores !!!

 

Ora esta novidade leva-me a duas conclusões:

1ª- os Alliens são um bocado panisgas.

2ª- O gajo que divulgou esta notícia, apesar de ser um ex membro da CIA, não deve bater lá muito bem da corneta.

Diz o senhor (entre outras pérolas) que  viu  uma embarcação misteriosa que aspirava água de um lago.

 

Eu , se me chamasse Ingo Swan, também punha tudo em causa . Devia ser lindo ouvir  a tua mãe à janela a berrar por ti:

- Ó Ingo, filho! Anda 'pa casa c'o jantar tá na mensa !

 

Resta saber se a criatura viu isto tudo antes, durante ou depois de ter fumado a ganza.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Olha o robô

por Pequeno caso sério, em 22.11.16

Pois que já dei a minha opinião sobre o tema aqui.

"então se já falaste sobre o assunto porque é que 'tás outra vez a bater no ceguinho?"

Olhem, primeiro porque não tinha nada que fazer.

Depois porque só hoje  me apercebi deste flagelo.

Como bem sabeis, não tenho (nem cogito ter) um robô de cozinha. Ainda assim não consigo deixar de reparar numa questão deveras pertinente. Por acaso já se deram conta dos nomes escolhidos para essas maquinetas?

Atentai:

 

Yammi- Permanece para mim um mistério o porquê da merda dos dois "m"  e do "Y"no nome. 

Bimby- Lá está a paneleirice do "y" no final. Coincidências? Nã. É mesmo cagança.

Chef Express- Mais uma vez uma maquineta com nome estrangeiro. Para além disso faz-me lembrar um nome de um comboio.

Cusine companion- Chique. Realmente em francês soa logo a outra coisa. Apesar de fazer a mesma merda que as restantes.

Julie- Caçula dos robôs de cozinha. Só faz  sopas e suminhos daqueles detox. Tão bons. Verdadeiramente essenciais à vida de uma 'ssoa.

Cookii- A merda dos dois "is" no final  irrita-me. Para além disso, cheira-me a bolacha que é o mesmo que dizer "vais engordar que nem uma porca".

 

E podíamos continuar nisto o dia todo. Nem um único robô com nome 'tuga.

E porquê ? Hum ?!  Porquê senhores ?! Será que é assim tão difícil ?!

Eu cá já tenho sugestões.

Se querem dar nomes aos robôs de cozinha, usem nomes credíveis , como por exemplo , Cremilde , Odete ou Maria Amália. E se quiserem assim uma coisinha mais jovem, mais  light , Gina.

 

Também pensei na divulgação da coisa. 

Para o robô Cremilde / Odete  /  Maria Amália o outdoor seria  :

acompanhado do slogan

" Com o robô Cremilde  nunca mais será humilde "

ou  

" Com o Robô Maria Amália mete os cozinhados da sua sogra na sandália" 

ou

"Se comprar um Maria Odete, com os seus cozinhados ninguém se mete" 

 

Para o robô Gina, o outdoor seria  :

e o slogan ? Bem , o slogan seria :

"Com o robô Gina fica com tempo de sobra 'pra coçar a ...angina "

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 

 

Suas malucas. Aposto que pensavam que eu ia dizer vagina, não era? 

 

Pequeno caso sério - 1

Leitoras devassas - 0

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

The voice

por Pequeno caso sério, em 21.11.16

Fernando Daniel.

Persegue o seu sonho há muito tempo. Demasiado tempo. Estivesse ele noutro país e estava lançado há muito.  

Sigo-o  porque o talento comove-me sempre.

Interpretar Adelle e conseguir fazer tão bem como ela , não é para todos.

Cantar  Culum Scot  e fazer melhor, logo a seguir a perder uma figura de referência (o avô) , só mesmo para artistas. 

 

Oxalá ,desta vez, não te deixem escapar e permitam que consigas chegar  às finais para que tenhas tempo de provar do que és capaz.

Ainda que assim não seja, tens aqui uma fã. 

 

 

Nota de rodapé- além do inegável talento e de interpretar cada palavra como se saísse das entranhas tem um extra: é  fisicamente muito (mas mesmo muito !) parecido com o meu Miguel. Talvez  (também) por isso a música "When we where young"  tenha sido uma escolha acertada.

csscissors.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)





Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.